Adulto e criança.

“Quando Jesus voltou, uma multidão o recebeu com alegria, pois todos o esperavam.

Então um homem chamado Jairo, dirigente da sinagoga, veio e prostrou-se aos pés de Jesus, implorando-lhe que fosse à sua casa porque sua única filha, de cerca de doze anos, estava à morte.

Estando Jesus a caminho, a multidão o comprimia. E estava ali certa mulher que havia doze anos vinha sofrendo de hemorragia e gastara tudo o que tinha com os médicos; mas ninguém pudera curá-la.

Ela chegou por trás dele, tocou na borda de seu manto e imediatamente cessou sua hemorragia.

“Quem tocou em mim?”, perguntou Jesus.

Como todos negassem, Pedro disse: “Mestre, a multidão se aglomera e te comprime”.

Mas Jesus disse: “alguém tocou em mim; eu sei que de mim saiu poder”.

Então a mulher, vendo que não conseguiria passar despercebida, veio tremendo e prostrou-se aos seus pés. Na presença de todo o povo contou por que tinha tocado nele e como fora instantaneamente curada.

Então ele lhe disse: “filha, a sua fé a curou! Vá em paz”.

Enquanto Jesus ainda estava falando, chegou alguém da casa de Jairo, o dirigente da sinagoga, e disse: “sua filha morreu. Não incomode mais o Mestre”.

Ouvindo isso, Jesus disse a Jairo: “não tenha medo; tão-somente creia e ela será curada”.

Quando chegou à casa de Jairo, não deixou ninguém entrar com ele, exceto Pedro, João, Tiago e o pai e a mãe da criança. Enquanto isso, todo o povo estava se lamentando e chorando por ela.

“Não chorem”, disse Jesus. “Ela não está morta, mas dorme”.

Todos começaram a rir dele, pois sabiam que ela estava morta. Mas ele a tomou pela mão e disse: “menina, levante-se!”

O espírito dela voltou e ela se levantou imediatamente. Então Jesus lhes ordenou que lhe dessem de comer.

Os pais dela ficaram maravilhados, mas ele lhes ordenou que não contassem a ninguém o que tinha acontecido” (Lucas 8. 40-56. NVI).

Desde quando Jesus Cristo iniciou o seu ministério sabemos pelas Escrituras que sua palavra era confirmada por sinais e maravilhas, como as curas, as libertações espirituais e até mesmo as ressurreições.

Jesus Cristo havia acabado de ser expulso da região dos gerasenos porque o povo teve medo quando viu o homem que era endemoninhado e vivia naquela região assentado aos pés de Jesus, vestido e em perfeito juízo. Eles foram dominados pelo medo quando souberam em detalhes como a legião de demônios fora expulsa daquele homem e autorizada a entrar na manada de porcos que pastava na colina, que os demônios fizeram se precipitar no lago, onde se afogaram.

(A justiça de Deus é escândalo quando as obras das trevas são o horizonte cotidiano e a experiência familiar do povo).

Agora, Jesus Cristo é recebido com alegria e expectativa.

Jairo, dirigente da sinagoga, suplica-lhe que vá à sua casa, crendo que ele poderia curar a sua filha de doze anos que estava à morte.

No caminho, Jesus Cristo é tocado por uma mulher que há doze anos vinha sofrendo de hemorragia e gastara tudo o que tinha com médicos, sem sucesso, sem cura.

Ninguém pudera curar essa mulher, pois o que estava nela era maior do que o alcance dos recursos médicos.

A mulher, curada da sua hemorragia instantaneamente ao tocar Jesus Cristo, é chamada por ele à responsabilidade de se identificar, testemunhando para todos do milagre de Deus em seu favor.

Por outro lado, depois de ressuscitar a filha de Jairo, Jesus Cristo pede aos seus pais que não contem à ninguém o que havia acontecido.

O adulto é responsável diante de Deus de portar o testemunho público de como Deus o curou; a criança deve ser protegida por seus pais para que o milagre recebido não se transforme numa pedra de tropeço nem em violência contra ela mesmo e sua infância.

Diante da desesperança anunciada, Jairo é encorajado por Jesus Cristo a não ter medo e a crer, pois assim sua filha seria curada.

É interessante pensar que em Deus ou por meio da fé em Deus podemos obter a cura divina para aquele(s) a quem amamos.

Gosto de pensar que em seres humanos a realidade de Deus pode se adensar ao ponto do milagre: Deus me tocou quando me tocou outro ser humano cheio de Deus.

Em Cristo Jesus a luz de Deus enchia seu corpo a ponto de que os que o tocavam pela fé em Deus eram curados instantaneamente pelo dedo de Deus.

Gostaria de ser também um lugar sagrado assim onde Deus pudesse ser tocado, tocando-se em mim.

Um homem cheio da luz radiante da presença de Deus.

Que Deus tenha misericórdia de nós! Em nome de Jesus Cristo, amém.

Rafael Caldeira de Faria, Teólogo, e o Editor do blog Curados por Deus.

2 pensamentos sobre “Adulto e criança.

  1. Sua vida é prova do milagre de Deus e de Suas misericórdias que se renovam a cada manhã. Do seu nascimento ao dia de hoje presenciamos o cuidado do Senhor. Cada vez que penso em vc e sua história, em nossa família, me aproximo mais do Pai e reconheço a Sua presença e cuidado sobre nós. Obrigada por esta reflexão. Bj

    • Amada mamãe,

      Se você soubesse o tamanho do nosso amor por vocês e por nossa família…!

      A obra que Deus realiza no coração do homem é completa. Ele nos busca ali onde estamos e nos convida à luta por cada dia de sobriedade, santidade e graça.

      Os pregos da queda estão enterrados em nossa carne… Nunca deixam de doer… Nunca.

      Mas o batismo do arrependimento é bom e doce, garante perdão de pecados, um novo começo (com as dores e consequências daquilo que fizemos contra Deus) e uma esperança de fé: Deus existe e é soberano.

      Que as palavras sagradas desse Livro nos ensinem sobre o Espírito Santo de Deus. E que esse Espírito nos cure e nos limpe de todo o mal.

      Amamos você e vocês, eu e a Cibele.

      Amamos a Deus!

      Seu amado,

      Rafael.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s