Homo afetividade

Boa noite a todos!

Gostaria de lhes falar hoje aqui um pouco sobre a expressão homo afetividade.

Afetividade é uma das palavras mais bonitas que existe. Pouca coisa é mais preciosa para o coração humano do que a afetividade, a troca de afetos, a afetuosidade.

As pessoas mais importantes, os relacionamentos mais significativos, são aqueles que nos tocam o afeto.

Agora o prefixo “homo” se refere ao que é semelhante e, no caso especifico da expressão homo afetividade, quer dizer “a afetividade que temos pelas pessoas do mesmo sexo”.

Infelizmente a expressão homo afetividade ganhou um uso peculiar na cultura brasileira, querendo, de fato, indicar o tipo de sentimentalidade envolvida na relação de pessoas que praticam homossexualidades.

Contudo, a verdade é que a homo afetividade termina ali onde começam as homossexualidades. Pois o que a homossexualidade faz é a homo agressão, a homo defraudação, a homo violação, o homo abuso, a homo violência, a homo indignação e assim por diante.

Relações homossexuais instalam o imperativo da distância e da dívida. Toda a experiência de afetividade entre pessoas do mesmo sexo termina no momento em que se iniciam comportamentos erotizados ou práticas sexuais. Uma vez cruzada a fronteira da sensualidade, não há mais como cultivar qualquer tipo de relacionamento amoroso entre as pessoas do mesmo sexo.

Homo afetividade é o amor de um pai pelo seu filho, a cumplicidade de um irmão por seu irmão, a amizade entre companheiros profissionais… A beleza da afetividade colore com todas as cores do amor os relacionamentos que são dignos e dignificados por uma conduta ética, transparente e justa.

A homossexualidade violenta como um véu de separação, luto e dor; é a desesperança em forma de despeito e covardia.

Ninguém é homossexual nem homo afetivo, nesse sentido deturpado, porém culturalmente transmitido às gerações. Inclinações para as possibilidades do pecado todos temos. Mas a capacidade de crer no amor do SENHOR Deus é a coragem capaz de nos libertar do erro.

Desejo a todos a melhor das homo afetividades! Que o SENHOR Deus, o Todo-poderoso, ensine a cada um de nós o modo certo de cultivar a afetividade para com as pessoas do mesmo sexo. E que aqueles que transgrediram iludidos por mil palavras de mentiras encontrem o juízo perfeito, o perdão de Jesus, o Cristo, e, pelo Espírito da Santidade, retornem ao Pai.

Nunca vou me esquecer das palavras de um homem que viveu a maior parte do seu tempo praticando homossexualidades e que eu, na época, o encorajava a permanecer pecando: “o que eu faço é degradação”.

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”.

Há esperança para todos, ninguém está excluído da possibilidade de se arrepender e crer.

Sejam libertos os nossos lares! Em nome de Jesus, o Cristo, amém.

Boa noite a todos vocês!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, Teólogo, e o Editor do blog Curados por Deus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s