Ministrando às mães

Boa noite a todos!

Gostaria de lhes falar hoje aqui um pouco sobre a maternidade.

O amor de uma mulher resulta em filhos, a geração de filhos.

Como é lindo de ver o caminho de uma mulher em sua relação com o SENHOR e suas descobertas paulatinas a respeito da natureza do amor e do Senhor Jesus, o Cristo.

Os toques do SENHOR fazem vibrar as memórias do ser feminino e despertam a sua consciência para o sacrifício de vida que envolve o mistério de ser mulher: a capacidade de gerar a vida.

Nunca me esqueço de um sermão do Pastor Ed René Kivitz em que sabiamente explicou que existe uma diferença entre a criança que nasce de mim e o filho do meu espírito. A primeira é o resultado natural de dar à luz, mas o segundo é o resultado espiritual de um processo dialético: educação (disciplina) mais amor diante das respostas do infante, até que o último voluntariamente escolha livremente andar nos caminhos dos seus pais. Meu filho, assim, não é a criança que nasceu de mim, mas aquela que se agrada em andar no meu espírito, que adora o meu Deus.

As Escrituras testificam de que para a mulher, por causa do pecado de todos, haveria dores e sofrimentos até que fossem finalmente formados os filhos do seu amor, os filhos da sua fé, os filhos da sua fidelidade e do seu sopro de esperança no SENHOR.

Quero falar às mães, porque conheço de perto a luta da minha esposa. Como se doa e sacrifica uma mulher que assume a responsabilidade por fazer das suas crianças filhos legítimos do Eterno Deus.

Para criar filhos saudáveis, seja no corpo e/ou nas emoções, é necessário muita comunhão com o SENHOR, engajamento responsável, amor e, sobretudo, tempo e dedicação.

Estamos amedrontados pelos rumores maliciosos e levantes malignos contra as nossas crianças: estão tentando tornar oficial e legal toda a forma de imoralidade e perversão. Mas não parecemos ter a consciência de que o principal motivo que vulnerabiliza as nossas crianças é a falta de tempo com seus pais e, principalmente, com suas mães.

O que quero dizer é que de todos os motivos de oração no coração de uma família deveria haver antes de tudo a súplica para que os maridos se tornassem homens fortes de novo para proteger e assegurar à sua família que a mãe de seus filhos possa criar os seu filhos perto de si no temor do SENHOR.

Crianças criadas pelo MEC se tornarão influenciadas para se tornar filhas do espírito que governa o MEC. E, nesse caso, teremos problemas futuros para retirar os espíritos malignos por detrás das suas novas diretrizes curriculares.

Entendo muito pouco sobre a totalidade da proposta de educação para a nossa nação, mas sei que no fundo ela não pretende glorificar ao SENHOR Deus, nem quer o bem verdadeiro das nossas crianças.

Se você, mãe, não passar bastante tempo com a sua criança, não espere que ela vá encontrar com facilidade os caminhos da vida. Se não há amor prático na sua relação com a sua criança, quando ela tiver um pouco de calor perverso, provavelmente irá se seduzir por esse vento de maldades.

Homens e mulheres do Brasil, ajudem as mães a serem mães! Protejam o tempo das crianças ao lado de suas mães!

Mães arrependidas do mal e tementes ao SENHOR Deus são o instrumento prioritário através do qual o Espírito Santo se engaja com os infantes para a sua cura e bênção.

Crianças bem amadas ficam menos doentes, tem melhor comportamento, desenvolvem uma capacidade de empatia e relacionamento saudável com outras pessoas, são mais inteligentes e responsáveis. Sinto muito em desapontar, mas 15min de intensidade afetiva não compensam 23h e 45min de ausência.

Pela graça do SENHOR Deus existem professores e professoras divinos ao redor, mas eles não são todos e todos não são eles. Se você não vê um bom motivo para partilhar a vida e a mesa com a sua criança, saiba que os danos da falta de pai e mãe são os mais profundos e difíceis de sarar.

Meu encorajamento às mães é que parem por um momento e reflitam sobre a maternidade. Ajude seus filhos a se tornarem pessoas retas aos olhos do SENHOR. Fique por perto, escolha ficar por perto. Seu amor pode milagres!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, Teólogo, e o Editor do blog Curados por Deus.

PS: minha esposa pediu para ressaltar que há mulheres que dariam tudo para poder ser mães presentes, mas pelas circunstâncias da vida têm que sustentar suas famílias além de tudo o mais. Há a misericórdia do SENHOR e os seus anjos. Suas crianças, por quem intercedem em secreto, não ficarão desamparadas. Promessa de Deus!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s