Expulsando demônios

Boa tarde a todos!

Que a graça e a paz do Senhor Jesus, o Cristo, seja com todos os arrependidos que creem!

Como passaram nesse último mês? Como estão as suas famílias? Senti muita saudades desse trabalho aqui!

Hoje vamos ler as Escrituras mais uma vez. Que o SENHOR Deus nos dê o seu Espírito Santo!

“Jesus[, o Cristo,] estava expulsando um demônio que era mudo. (…) Mas alguns (…) disseram: ‘é por Belzebu, o príncipe dos demônios, que ele expulsa demônios’.

Jesus, conhecendo seus pensamentos, disse-lhes: (…) ‘quando um homem forte, bem armado, guarda a sua casa, seus bens estão seguros. Mas quando alguém mais forte o ataca e o vence, tira-lhe a armadura em que confiava e divide os despojos. (…) Quando um espírito imundo sai de um homem, passa por lugares áridos procurando descanso e, não o encontrando, diz: ‘voltarei para a casa de onde saí’. Quando chega, encontra a casa varrida e em ordem. Então vai e traz outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, passam a viver ali. E o estado final daquele homem torna-se pior do que o primeiro'” (Lucas 11.14a, 15, 17a, 21-22, 24-26. NVI).

Talvez a realidade mais assustadora que exista é a atuação dos espíritos imundos, os demônios.

Sabemos que eles têm força e são capazes de escravizar pessoas de modo violento, cruel e degradante.

Nessa passagem, Jesus explica que, em parte, a realidade espiritual é como uma disputa de forças. Se por um lado temos que a força de um homem lhe faz sentir em segurança, por outro lado uma força maior pode arruinar sua defesa e conquistar os seus tesouros.

Ademais, a mera expulsão de demônios não é suficiente para uma nova vida, pois, a menos que o todo-poderoso Espírito do SENHOR, Deus Altíssimo, ganhe o acesso e a permanência no coração de um homem, o espírito mal que vivia nele certamente retornará e trazendo com ele ainda outros piores.

É por essa razão que o verdadeiro trabalho de exorcismo se completa com uma apresentação inequívoca das Boas Notícias do Reino do SENHOR Deus e da libertação que há no nome do Senhor Jesus, o Cristo. Porque o homem ferido precisa tomar uma decisão de fé para que se consolide a sua cura.

Os demônios ou espíritos sujos podem muita coisa, mas apenas no corpo daqueles que jamais se renderam ao SENHOR Deus, posto que eles são reduzidos a nada, ficando totalmente impotentes, na vida daqueles que se acertam com o Soberano Deus.

Há igrejas que têm ministérios específicos de libertação espiritual, sob responsabilidade de homens santos e ungidos. Por outro lado, cada um de nós deverá encontrar seu caminho de volta ao Reino de Deus.

A relação do homem no mundo é sempre uma relação de forças e poderes. Mas existe um somente cujo exercício do seu poder materializa e realiza o amor: o SENHOR Deus. Como se fosse a base de uma parreira frutífera, o SENHOR Deus sustenta e inspira cada galho, a partir de Jesus, o seu Cristo, para que vicejem e frutifiquem maravilhosamente bem.

O antídoto para as trevas é a luz. E não existe outra luz verdadeira senão a glória do Brilhante Deus, o SENHOR.

Convide Jesus, o Cristo do SENHOR, para ser o seu Senhor e Salvador. Ponha a sua confiança no Unigênito Filho de Deus para a sua libertação espiritual e da sua casa. O Espírito de Jesus é o único que pode instalar uma nova e perfeita ordem em seu interior.

Talvez você precise de remédios psiquiátricos, talvez você precise de exorcismo e repreensão. Contudo, em tudo o que está por vir, o que você mais precisa é estabelecer a sua paz com o SENHOR Deus. Ao arrependido ele provê um sacrifício perfeito de um cordeiro humano, Jesus de Nazaré, que desvia do crente a justa vingança do SENHOR Deus contra toda a impiedade praticada anteriormente. E então, você está livre para servir ao Espírito de sua Santidade.

Eu não gosto de gritaria, nem de baderna. Tenho desgosto por teatralidade humilhante e exposição vergonhosa.

Não tenho superpoderes para expulsar demônios ou curar enfermos.

Apenas amo e confio em Jesus, o Cristo do SENHOR; apenas amo e confio no SENHOR Deus.

Você pode ser liberto!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, teólogo, e o editor do blog Curados por Deus.

PS: é bom estar de volta!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s