Maranata: ora vem, Senhor Jesus!

Boa noite a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que estejam bem, encontrando forças sobrenaturais e dependendo delas!

Hoje temos aqui mais um belíssimo vídeo na seção de adoração cristã, bandas. Quem canta e ministra esse louvor extraordinário é o trio Joyce Carnassale, Marcel Freire e Riane Junqueira, cantores, e banda em um ato espetacular na Avenida Paulista, no coração de São Paulo, SP, Brasil.

Poucos momentos conseguem transmitir ao meu coração com tanta força a beleza do meu chamado divino a amar e cuidar da minha cidade, estado e nação!

Eu amo o meu povo, a minha terra, a minha língua e o meu Senhor, Jesus de Nazaré, o Cristo do SENHOR Deus!

Sejam abençoados, vocês, meus irmãos brasileiros e, por meio do seu amor e submissão ao Rei Eterno, abençoem todas as demais nações da face da terra!

Hoje é dia de celebrarmos: o Brasil é do SENHOR Deus!

Com poder, Todo-poderoso Deus, tira os postes de idolatria da nossa terra! Sejam fechadas para sempre as casas de prostituição dessa nação! Aqui no Brasil seremos chamados de Povo do Deus Altíssimo e honraremos o seu santo nome, Deus dos Exércitos!

Eu sou brasileiro com muito orgulho, com muito amor! Na presença do Deus Vivo há um lugar para nós, minha amada geração!

Apenas tenham fé junto de mim, meus irmãos! Arrependam-se dos seus pecados, sejam batizados (morram com Cristo e renasçam com ele) e amem ao SENHOR Deus de todo o seu coração, forças e entendimento!

Nós podemos ser LINDOS na presença do nosso Pai Celestial!

Apreciem o louvor e entreguem-se ao SENHOR Deus e ao seu Cristo, Jesus!

Amo vocês!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, ex-baterista.

PS: estou saindo de férias. Se Deus quiser, retorno no começo de setembro.

Sensibilidade na família

Bom dia a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que conscientes da profunda graça que os sustenta apesar de tudo.

Gostaria de lhes falar um pouco hoje aqui sobre sensibilidade na família.

Para que fomos mesmos chamados? Qual a nossa responsabilidade em primeiro lugar?

Acredito que tudo começa na família, nossa vocação primeira é o socorro daqueles que estão mais próximos.

Às vezes é difícil enxergar a necessidade do nosso irmão, porque não estamos na sua pele e a convivência muitas vezes não é suficiente para nos fazer entender de fato qual é a sua real situação.

Por esse motivo quero encorajá-los a despertarem a sua sensibilidade na sua família.

O mandamento do SENHOR Deus é claro “honra seu pai e sua mãe para que se prolonguem os seus dias na terra que o SENHOR Deus lhe dá”, mas precisamos aceitar que a orientação divina se estende como um manto sobre toda a sua realidade de intimidade.

Não quero ser mais inteligente do que Deus, nem acrescentar palavras aos lábios santos. No entanto compreendo que o temor a Deus nos faz responsáveis pelo bem estar e viabilidade de vida daqueles com quem temos compromisso de fidelidade.

Ajude a santidade do seu irmão. Que as suas forças o sirvam sempre para que não lhe falte a sua contribuição para o cumprimento do seu desígnio.

Não deixe que o seu cônjuge estoure pela sua negligência em socorrê-lo com as suas habilidades naturais.

Abra seus ouvidos e coração para o pedido de ajuda que pode estar sendo feito pelo seu marido ou esposa no dia de hoje.

Aprenda a apreciar a contribuição e o serviço daqueles que estão convivendo com você.

Às vezes nos propomos a fazer coisas maiores do que as que realmente conseguimos realizar e a nossa insensatez recai sobre aqueles a quem devemos suportar em primeiro lugar.

O apóstolo Paulo disse que o poder do SENHOR Deus se aperfeiçoa na nossa fraqueza, o que quer dizer que ao assumirmos mais integralmente a nossa responsabilidade, tanto compromisso familiar quanto ocupacional, tomamos consciência de que a nossa cruz representa limitações em vários aspectos. Contudo, essas limitações aceitas por causa do amor fazem com que a outra parte, preterida em favor da justiça divina, seja suprida por meio das intervenções do nosso Senhor e Deus, o SENHOR.

Gostaria de nessa manhã segurar nas suas mãos, bem como nas de seus familiares sobrecarregados, para lhes pedir perdão, perdão pelo desamparo praticado e disseminado em nossa sociedade brasileira.

Como eu quero contribuir para que surja uma nova solidariedade nas famílias da nossa nação!

Quando minha esposa suplica por mais ajuda, quando minha filha solicita mais atenção, somos um novo Brasil despertando para um tempo de sinceridade, solidariedade e comunhão.

Quantas vezes você já perdeu por amor? Lembra-se de alguma renúncia por questão de justiça?

O curioso é que todas as vezes quando voltamos passos a trás pelos motivos certos, acabamos avançando muitas casas a frente e recebendo muitas alegrias no final.

O Brasil está doente porque está ignorando o clamor que expressa as necessidades vivas dentro dos lares.

Quanto vale a saúde mental dos seus amados? Quanto vale o coração aberto e as palavras verdadeiras dos seus parentes em primeiro grau?

Toque aqueles que você ama, sobretudo preservando-se sensível ao Espírito do SENHOR Deus e solícito primeiramente à sua própria necessidade autêntica e depois às dos seus próximos na sua casa.

Estamos tirando o povo brasileiro da sua prisão de piche. Erguendo o homem do Brasil do aconchego da corrupção e idolatria. E eu, como médico de Cristo, procuro de todas as maneiras retornar o coração dos pais a seus filhos e dos filhos a seus pais.

Vamos começar de novo? Vamos fazer bem e direito?

Sensibilidade na família.

Eu acredito em milagres!

Atenciosamente

Rafael Caldeira de Faria, teólogo amador.

A psicoterapia e a fé

Boa tarde a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Que o seu amadurecimento paulatino produza frutos de paz para vocês e suas casas!

Gostaria de lhes falar hoje aqui um pouco sobre a relação entre a psicoterapia e a fé.

A psicoterapia deseja vencer barreiras, abrir caminhos e conduzir a pessoa de volta a um tipo de soberania pessoal que assegure a ela a verdadeira e inabalável saúde mental. O psicólogo em ação está trabalhando para tornar visíveis as leis ocultas por meio das quais o paciente psicológico está sabotando a sua vida e edificando as paredes do seu cativeiro mental. O que ele deseja é ajudar o outro a enxergar as mentiras autodestrutivas, desvalidando-as, e a acreditar nas verdades que libertam, para que ele possa se tornar uma nova pessoa, alguém para chamar de seu verdadeiro eu com orgulho legítimo.

Psicoterapia é luta de olhos e a visão correta dá os seus frutos de vida, que não murcham.

A fé do paciente tem um papel decisivo em todo o trabalho psicoterapêutico porque é apenas a sua decisão interior de entrega à nova perspectiva a respeito de si mesmo e da situação dolorosa que originou seus atuais desvios, vícios e más escolhas, que podem tornar a cura psicológica um fato consumado e saboroso.

Toda terapia maneja ciências e conhecimentos mas o efeito terapêutico de um encontro depende de muito mais do que isso.

Também a fé do psicólogo tem um papel muito importante, porque sem a certeza interior de que esse momento de encontro especial, que dá voz ao lugar de maior autenticidade, região emocional da franqueza e sensibilidade, é uma porta aberta nos corações para que os cirurgiões da alma possam operar uma justa intervenção positiva e para o bem, nada ele pode fazer.

O bom psicólogo é um portador da paz e a boa psicoterapia um reencontro com a parte mais importante, a pessoalidade divina, de cada um de nós.

Cada ser humano é um grande milagre! E seu valor, não há como estimar!

Psicoterapia na sua melhor versão é enfrentar o dragão com a espada da justiça (o amor), resgatar a criança pura, que estava confinada no mais profundo calabouço da personalidade, e torná-la outra vez soberana sobre o reino do eu, para que cresça, amadureça e se torne tudo o que foi desenhada para ser.

Quero crer que existem psicólogos perfeitos, aversos à preguiça e à extorsão. Homens e mulheres cheias de fé, vitoriosos em suas próprias histórias de dores e traumas, capazes de iluminar, salgar e curar.

Acredito em uma Psicologia que vale à pena ser praticada.

Obrigado a todos os psicólogos que encontram cotidianamente a pérola de grande valor dentro de seus pacientes e corajosamente se implicam com eles, pois se responsabilizam pelo tesouro da nação.

Nós todos, brasileiros, fomos vocacionados para a liberdade, prosperidade, beleza e honra!

O acúmulo de vícios, baixa autoestima, fraqueza mental, violência doméstica, escolaridade insuficiente, abuso moral e sexual, etc., todas essas coisas não terão lugar permanente na nossa grande nação!

Logo, logo, levantaremos os olhos para contemplar uma nova gente brasileira, todos nós em estado de posse da nossa plena autonomia e saúde mental!

Eis a minha psicoterapia, eis a minha fé!

Boa semana a todos vocês!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, psicólogo corporal, CRP 06/89471, e o fundador do Projeto Terapêutico Toque Divino.

Política

Boa tarde a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Que a graça maravilhosa do SENHOR Deus sustente toda a sua iniciativa, boa intenção e esforço na direção da edificação de um lar de paz!

Gostaria de lhes falar hoje aqui um pouco sobre política.

Estamos às vésperas do segundo turno das eleições presidenciais e governamentais aqui em São Paulo. Muita coisa boa e proveitosa podem se seguir a partir da escolha dos novos líderes para a nossa nação.

Na empresa onde trabalho ouço quase todos os dias as opiniões e reações de colegas a tudo o que está acontecendo em política no nosso país. Temos um confronto histórico entre representantes da direita e esquerda políticas, como nunca antes por aqui.

A política tem o poder de nos tirar do sério, de nos levar a reações exaltadas e nos fazer brigar com outras pessoas.

Diante das decisões políticas acabamos revelando um pouco dos bastidores do nosso coração, pois escolher um governante é semelhante a revelar o espírito ao qual desejamos nos submeter.

Dessa vez não será diferente, pois estamos diante dos destinos de nossa amada nação.

Estamos maduros para a política quando discordâncias podem ser expostas sem agressões pessoais nem julgamentos absolutos.

Muitas pessoas desejam enfatizar que o estado é laico, querendo abominar a religião do contexto político. Mas a verdade é que o único sentido verdadeiro dessa condição é que, graças ao SENHOR Deus, não são as instituições religiosas quem devem possuir a palavra final na decisão sobre quem serão os próximos governantes da nação.

Por outro lado, tudo o que importa às questões de política é o espírito de religião que a nação deseja suportar. Quero tornar simples esse pensamento: o que vamos fazer com nossas riquezas, nossa força de trabalho, nossas almas humanas, etc., isso tudo depende de que deus vamos adorar.

Política é sempre religião.

De todos os deuses possíveis, recomendo o SENHOR como Deus único e verdadeiro. Seus mandamentos não são pesados, mas portam a cura perfeita em seus efeitos.

Defendo que se honre ao SENHOR como um caminho político.

Defendo que se dê um voto de confiança à Lei do SENHOR Deus Altíssimo.

Quando o Espírito Santo ou Espírito da Santidade do SENHOR Deus reina, então todos podem chegar à felicidade por meio do arrependimento e da fé.

O único reino que contempla a todos, no sentido de que trabalha para a promoção da realização dos sonhos mais verdadeiros de cada um de nós, é o Reino do SENHOR Deus.

A espada nas mãos do Cristo corta com perfeição; a balança nas mãos dos Santos pesa com retidão; os bolsos administrados pelos Amados do SENHOR promovem o florescimento da beleza e perfeição dos demais seres humanos.

Eu queria ser forte como meu pai, mas tudo o que tenho é um pouco de fé.

Como são belos os pés dos que anunciam boas novas!

O Reino do SENHOR Deus está próximo! Arrependam-se e creiam, apenas a pequena porta e o caminho estreito do arrependimento e conversão para longe dos caminhos maus resultarão em vida eterna.

Obrigado por acompanhar o nosso blog!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, teólogo, e o editor do blog Curados por Deus.

Gigante pela própria natureza

Bom dia a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Que a graça e a paz de nosso Senhor Jesus, o Cristo, os alcance e se multiplique no seu lar!

Gostaria de lhes falar hoje aqui um pouco sobre a nossa pátria.

A cada dia que passa eu tenho desenvolvido um amor, cada vez mais profundo, pela nação brasileira.

Todos os dias, quando atravesso da linha verde para a amarela, e vice-verso, do metrô de São Paulo, tenho a oportunidade de olhar bem nos olhos de uma multidão incontável de brasileiros trabalhadores.

Alguns rostos já são bem conhecidos, por quem intercedo de maneira específica e tento abençoar desde o secreto do meu coração. Outros, muitos, são estrangeiros, pessoas novas, nunca dantes reconhecidas, mas parte da nossa família maior, o povo que enche a terra do Brasil.

Queria ser uma benção para a nossa terra; queria ser um benfeitor da nossa nação.

O Brasil tem uma história difícil…

Fomos uma colônia de Portugal, usada e explorada, no pior sentido dessas expressões, ao máximo… Levaram daqui ouro, pau-brasil e vidas humanas, sem medida, sem cuidado, sem amor.

Por causa de perseguições locais, a corte portuguesa se mudou para cá em tempos de guerra e parte dela se encantou com o chão do novo mundo.

Depois que as coisas se acalmaram na sede portuguesa, boa parte dessa corte retornou para lá, mas uma liderança remanescente passou a desejar fazer do Brasil uma nação soberana.

Assim, em 7 de setembro de 1822, às margens do Rio Ipiranga temos o famoso grito de independência que simboliza o ápice da libertação brasileira do domínio português.

Muitos se perguntam de que nos valeu a independência, pois na prática da vida cotidiana o brasileiro continuou a ser usado e abusado pela nova nobreza no poder.

Todos os dias, três vezes por dia, quando dobro meus joelhos para interceder pela nossa gente, lembro-me também da nossa pátria, do nosso solo, do nosso coração brasileiro.

Peço ao SENHOR Deus que se lembre de nós, os seus filhos, e também dos que se perderam, mas ainda podem ser achados, que vivem por aqui. Oro para que ele me ajude a devolver riquezas e construir abrigo para a gente que é a minha gente.

Quero ser uma nova família para o brasileiro; que a minha casa se torne um abrigo para incontáveis famílias do Brasil.

Imagine: ao invés de tirar, adornar; ao invés de explorar o trabalho alheio, patrocinar as vidas daqui, distribuindo equilibradamente as nossas riquezas.

Oro para que a liderança do nosso povo se torne sábia, poderosa, justa e inteligente. Peço ao SENHOR Deus que obrigue os fortes a serem íntegros e sensíveis à dignidade do Brasil.

O Brasil não é uma mulher para uma noitada. O Brasil é uma esposa fértil e fiel, mulher de um único Senhor, bela e amada eternamente.

O brasileiro não é um malandro qualquer, sem compromisso e irresponsável. O brasileiro é um homem forte, perseverante no bem e de grande valor, em quem se pode sempre confiar.

Eu acredito que amanhã pode ser melhor… Que amanhã os filhos dessa pátria serão soberanos nesse lugar e uma benção e inspiração para as demais nações do mundo.

Tenho muito orgulho de ser brasileiro e jamais descansarei de interceder pela minha terra e gente do Brasil.

O meu Senhor me ensinou a melhorar, não piorar, o lugar onde eu habito. Por em ordem, limpar, construir, honrar, valorizar…

Tudo seja feito de acordo com a vontade do SENHOR Deus!

O Reino de Deus está próximo! Em nome de Jesus, o Cristo, amém.

O SENHOR Deus abençoe vocês!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, teólogo, e o editor do blog Curados por Deus.

Escravos do Brasil… Escravos do SENHOR

Boa noite a todos!

Já faz algum tempo desde a última vez que tive condições de escrever um post aqui no blog.

Hoje estamos falando sobre sabedoria cristã e gostaria de lhes falar sobre algo muito caro ao meu coração.

Eu… Sou brasileiro… Com muito orgulho… Com muito amor!

Amo a nação brasileira, o Português, a nossa terra, a nossa gente…

Penso muito sobre o Brasil e meus olhos de ciclope estão sempre investigando: quem é a minha gente? Como o SENHOR pastoreia esse povo?

O Brasil é um país de escravos e de senhores de escravos. Todos são oprimidos pelos hábitos dessa grande nação.

Temos os pobres trabalhadores… Oprimidos por ricos senhores de terras e de aparelhos de produção… Oprimidos por um sistema de governo que troca elegibilidade por dinheiro e dinheiro por elegibilidade.

Sinto a dor do brasileiro com muita sensibilidade.

Homens corruptos por educação… Mulheres sensualizadas e abandonadas… Crianças desassistidas de instrução e proximidade de pai e de mãe…

O brasileiro machuca e se machuca, e aqueles que se voltam para o SENHOR Deus são ostracizados: aqui não se paga salários justos, paga-se apenas salários sujos e o resto são apenas esmolas para garantir o céu.

O que eu realmente gostaria de lhes falar hoje aqui é o seguinte: eu sou brasileiro e no gradiente das identidades sociais componho o corpo dos escravos do Brasil. Contudo, aprendi por meio da dor e da fé a me fazer voluntariamente um escravo do SENHOR Deus dentre os escravos do Brasil.

Se você é brasileiro, então está sendo explorado (ou explorando). Mas o coração do justo faz a maldição da nação parar por aqui mesmo.

Você sabia que o SENHOR Deus é justo e fiel? Todas as contas serão acertadas antes do fim.

A corrupção da nação não está oculta aos olhos do SENHOR Deus. E logo, logo nos chega a sua perfeita reparação.

Saia da corrupção pela fé no Protetor, o Cristo do SENHOR. Abandone os seus maus caminhos; abandone os caminhos maus dos seus pais; abandone os caminhos maus da sua nação.

Por outro lado, escravo, seja escravo do SENHOR Deus e do seu Cristo. Escolha fazer um trabalho perfeito para senhores corrompidos e corruptores; escolha fazer uma obra magnífica e verdadeira, mesmo recebendo apenas o troco de balas dos arrogantes que oprimem a todos nós.

Seja belo, seja forte, seja íntegro, seja fiel… Esteja a verdade e a correção gravadas em sua testa e o amor verdadeiro impresso em seu coração.

Aconselhe justamente, não favoreça ninguém por interesses e ganância. Faça força de inteligência para abolir o jeitinho brasileiro sobre as questões de importância capital.

Você não é um erro. O SENHOR Deus precisa de você no lugar onde você está.

E a verdade é que dentre os filhos do Brasil estão muitos filhos nascidos do Espírito de Santidade do SENHOR Deus.

Escolha perder, quando ganhar for o mesmo que corromper. Melhor é ser um escravo justo do que um arrogante opressor.

Uma gota de esperança: aos filhos do SENHOR Deus haverá retribuição, vingança, recompensas perfeitas. Filhos de Deus são somente aqueles que se arrependem dos pecados e se consagram como testemunhas da verdade: a Lei do SENHOR Deus é a fonte da vida eterna.

Medite sobre a justiça e ore ao SENHOR Deus várias vezes ao dia. Ele o pastoreará para fora de todo engano e para dentro de toda a Cura Divina.

Eu amo o meu povo! Louvado seja o SENHOR Deus!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, Teólogo, e o Editor do blog Curados por Deus.

Danos morais

Bom dia a todos!

Gostaria de lhes falar hoje aqui algo sobre danos morais.

Danos morais são aqueles danos que sofremos no espírito, nas emoções, nos afetos, na sensibilidade, na dignidade, na moralidade, por assim dizer, no zelo interior do homem pela santidade do SENHOR. Em uma expressão: são os danos imateriais que dão origem a todos os danos materiais posteriores.

Eu sou brasileiro e eu sei que em geral no Brasil não se pagam indenizações por danos morais.

Tive a oportunidade de trabalhar por quase 3 anos em um escritório de Direito Trabalhista e rapidamente discerni a realidade fundamental: nosso país está sendo consumido pela sua conivência com a violência moral.

Meu chefe sempre dizia “danos morais a gente sempre pede, mas nunca paga nada”.

Um menino brasileiro geralmente aprende que não tem muito valor. O abandono de crianças é sistêmico no Brasil.

Mas se ele moralmente não tem muito valor, então também não tem muito valor nem os seus sonhos nem os seus coleguinhas. Mais adiante na vida é natural que esse homem não veja problema algum em se tornar um “senhor de escravos”, roubando o fraco e retendo salários em nome de “oportunidades de voluntariado”, e trabalhe de forma displicente em obras que não são suas e de que não gosta, e use as mulheres (e homens, e crianças também) como objetos de perversões sexuais.

Uma menina brasileira geralmente aprende que não tem muito valor. O abandono de crianças é sistêmico no Brasil.

Mas se ela moralmente não tem muito valor, então também não tem muito valor nem o seu corpo nem as suas coleguinhas. Mais adiante na vida é natural que essa mulher não veja problema algum em se prostituir, mesmo que seja através de casamentos oficiais e de “papel passado”, mantendo relações sexuais com homens a quem não amam de verdade e, por esse motivo, desamparando na prática os filhos dessas relações.

O valor de uma pessoa é construído a partir da quantidade de danos morais que ela paga a si mesma.

O Brasil é uma terra que tem muitos homens corruptos e cruéis, jovens irreverentes e indisciplinados, mães solteiras e levianas, e filhos órfãos de alma e de justiça.

O começo da cura de uma nação é o pagamento das suas dívidas. Mas os acertos só se completam depois que os danos morais vêm à pauta e recebem as indenizações que lhes são devidas.

Ninguém pode me humilhar habitualmente e dizer ser meu amigo. Ninguém pode me acessar sexualmente sem me olhar nos olhos e firmar um compromisso comigo que respeita a minha família e assume a minha alma para a eternidade. Ninguém pode ficar impune por “falar grosso” e oprimir quem está vulnerabilizado e não pode se defender por limitação pessoal ou carência financeira. Ninguém pode mentir e continuar sendo honrado com o direito à palavra. Ninguém pode desrespeitar-se e aos outros, e continuar sendo premiado por isso com as riquezas da nação.

O Reino de Deus é o fato de que o SENHOR é rei e soberano. Por essa razão sabemos que a Justiça se impõe indiscriminadamente sobre todo o Universo e, por isso, toda a conta aberta e pendência real é acertada rapidamente e antes do fim.

O SENHOR é Deus porque é o único que paga indenizações completas por danos morais.

As Escrituras falam que a vingança é do SENHOR. Ele retribuirá a cada um conforme a Justiça de Deus e sem demora. Veja o que Ele fez com os Egípcios no Êxodo; lembre-se do juízo sobre Sodoma e Gomorra; ainda temos o castigo sobre toda a infidelidade da nação de Israel.

Por isso, você é muito, muito, muito especial!

Saiba que suas orações e lágrimas são legítimas, e serão ouvidas quando você acertar as suas dívidas e pagar a todos até o ponto dos danos morais que você lhes deve.

Cuide bem da sua alma. Dê ouvidos à sensibilidade do seu coração.

Se você deve algo a alguém, pague-lhe sem demora. Se você não tem como fazer esse acerto, interceda junto ao SENHOR, e Ele lhe mandará um Cordeiro sem mancha nem mácula para morrer no seu lugar, pagar a sua dívida e lhe devolver à Liberdade e à Paz.

O Brasil não é um país corrupto e degenerado. O Brasil somos eu e você na chegada do Reino de Deus.

“Arrependam-se, pois o Reino de Deus está próximo!”

Lembre-se de uma coisa: o Reino de Deus paga danos morais.

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, Teólogo, e o Editor do blog Curados por Deus.