Fardos difíceis de carregar

Bom dia a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que cultivando uma vida de devoção e fé, uma vida de pureza de espírito e esperanças no Deus de Cristo, o SENHOR!

Hoje vamos ler a Bíblia mais uma vez, um trecho do Evangelho de Lucas. Que o SENHOR Deus nos dê a sua palavra, em nome de Jesus, o Cristo, amém!

“‘Quanto a vocês, peritos na lei’, disse Jesus, ‘ai de vocês também! Porque sobrecarregam os homens com fardos que dificilmente eles podem carregar e vocês mesmos não levantam nem um dedo para ajudá-los'” (Lucas 11. 46. NVI).

Quem legisla, advoga, documenta, contabiliza, normatiza… Geralmente faz isso sobre a vida dos outros, mais especificamente sobre a vida dos simples, dos homens comuns.

Se os peritos na lei estivessem incluídos nas regras que impõe aos demais cidadãos, talvez não fossem censurados pelos olhos divinos, como foram nesse momento.

As pessoas que manipulam os parâmetros da vida em sociedade são os que dominam sobre o povo por meio da força e poder de polícia. Aumentar impostos, criar “novos pecados” ou motivos para punições, é muito fácil arbitrar sobre a vida dos outros, quando há proteções legais para que o mesmo rigor que se aplica ao outro nunca recaia sobre mim mesmo e minha família.

O verdadeiro legislador é um homem de compaixão e grande misericórdia. O Ungido do SENHOR Deus é aquele que trabalha no sábado (shabbat) quando isso significa ajudar seu próximo a carregar seu fardo na vida. Às vezes devemos sacrificar a lei/hábito/costume para fazer a Justiça do SENHOR Deus.

“Como são bonitos os pés dos que anunciam boas novas”.

Quem legisla para a liberdade de todos, legisla para a glória do SENHOR Deus; quem julga segundo a Justiça do SENHOR Deus, pratica o bem e jamais será desarraigado, sua família viverá eternamente.

Se você recebeu poder do alto para determinar como viverá o seu irmão, tenha cuidado para não obrigá-lo a um rigor que traga condenação sobre você que legisla e a sua família.

Jesus, o Cristo do SENHOR Deus, não suporta a hipocrisia dos homens cruéis, que em face do sofrimento, necessidade e vulnerabilidade do seu compatriota se exaltam como tiranos sem coração.

O mais fraco, seja estrangeiro, órfão ou viúva, tem o próprio SENHOR Deus Altíssimo como escudo e fortaleza. O justo humilde será vingado e indenizado em toda medida e além.

Por que você age com orgulho arrogante, como se a posição de influência e poder sobre o povo não lhe tivesse sido dada pelo SENHOR Deus para a prática do bem?

O seu irmão mais fraco é você. A fraqueza e a força são circunstanciais, pois somos todos iguais, à mercê dos desígnios do SENHOR Deus.

Lembre-se do SENHOR Deus enquanto é tempo! Devolva o dinheiro extorquido, restitua os bens roubados!

Viva segundo as leis da sua nação, sabendo que todo caso legal pode ser reinterpretado à luz da complexidade da situação concreta e da misericórdia do Soberano do Universo.

Não é porque algo é legal que a sua aplicação também é ética. Pois às vezes a lei promulgada é antiética e às vezes o cumprimento da ética extrapola as leis da nação.

Aprofunde a sua espiritualidade: “o outro sou eu; o outro é minha família; o outro é minha própria alma”.

Sabe qual a vitória do SENHOR Deus no mundo? O homem íntegro, fiel, leal e justo.

No amor está a chave que desfaz toda amarra de condenação. “Caim, se você fizer o bem acaso não será também aceito?”

O SENHOR Deus em nós é como um refrescante Espírito Santo, mas também como um fogo de juízo e separação para todo aquele que oprime e violenta o seu irmão.

Não é porque todo mundo está fazendo que está certo; não é porque você pode fazer que é justo fazê-lo.

Abandone o direito quando ele promove a injustiça.

“É melhor um bom nome do que os lucros da perversidade”.

O SENHOR Deus enriquecerá o homem bom.

Eu acredito em milagres!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, teólogo amador.

Danos morais

Bom dia a todos!

Gostaria de lhes falar hoje aqui algo sobre danos morais.

Danos morais são aqueles danos que sofremos no espírito, nas emoções, nos afetos, na sensibilidade, na dignidade, na moralidade, por assim dizer, no zelo interior do homem pela santidade do SENHOR. Em uma expressão: são os danos imateriais que dão origem a todos os danos materiais posteriores.

Eu sou brasileiro e eu sei que em geral no Brasil não se pagam indenizações por danos morais.

Tive a oportunidade de trabalhar por quase 3 anos em um escritório de Direito Trabalhista e rapidamente discerni a realidade fundamental: nosso país está sendo consumido pela sua conivência com a violência moral.

Meu chefe sempre dizia “danos morais a gente sempre pede, mas nunca paga nada”.

Um menino brasileiro geralmente aprende que não tem muito valor. O abandono de crianças é sistêmico no Brasil.

Mas se ele moralmente não tem muito valor, então também não tem muito valor nem os seus sonhos nem os seus coleguinhas. Mais adiante na vida é natural que esse homem não veja problema algum em se tornar um “senhor de escravos”, roubando o fraco e retendo salários em nome de “oportunidades de voluntariado”, e trabalhe de forma displicente em obras que não são suas e de que não gosta, e use as mulheres (e homens, e crianças também) como objetos de perversões sexuais.

Uma menina brasileira geralmente aprende que não tem muito valor. O abandono de crianças é sistêmico no Brasil.

Mas se ela moralmente não tem muito valor, então também não tem muito valor nem o seu corpo nem as suas coleguinhas. Mais adiante na vida é natural que essa mulher não veja problema algum em se prostituir, mesmo que seja através de casamentos oficiais e de “papel passado”, mantendo relações sexuais com homens a quem não amam de verdade e, por esse motivo, desamparando na prática os filhos dessas relações.

O valor de uma pessoa é construído a partir da quantidade de danos morais que ela paga a si mesma.

O Brasil é uma terra que tem muitos homens corruptos e cruéis, jovens irreverentes e indisciplinados, mães solteiras e levianas, e filhos órfãos de alma e de justiça.

O começo da cura de uma nação é o pagamento das suas dívidas. Mas os acertos só se completam depois que os danos morais vêm à pauta e recebem as indenizações que lhes são devidas.

Ninguém pode me humilhar habitualmente e dizer ser meu amigo. Ninguém pode me acessar sexualmente sem me olhar nos olhos e firmar um compromisso comigo que respeita a minha família e assume a minha alma para a eternidade. Ninguém pode ficar impune por “falar grosso” e oprimir quem está vulnerabilizado e não pode se defender por limitação pessoal ou carência financeira. Ninguém pode mentir e continuar sendo honrado com o direito à palavra. Ninguém pode desrespeitar-se e aos outros, e continuar sendo premiado por isso com as riquezas da nação.

O Reino de Deus é o fato de que o SENHOR é rei e soberano. Por essa razão sabemos que a Justiça se impõe indiscriminadamente sobre todo o Universo e, por isso, toda a conta aberta e pendência real é acertada rapidamente e antes do fim.

O SENHOR é Deus porque é o único que paga indenizações completas por danos morais.

As Escrituras falam que a vingança é do SENHOR. Ele retribuirá a cada um conforme a Justiça de Deus e sem demora. Veja o que Ele fez com os Egípcios no Êxodo; lembre-se do juízo sobre Sodoma e Gomorra; ainda temos o castigo sobre toda a infidelidade da nação de Israel.

Por isso, você é muito, muito, muito especial!

Saiba que suas orações e lágrimas são legítimas, e serão ouvidas quando você acertar as suas dívidas e pagar a todos até o ponto dos danos morais que você lhes deve.

Cuide bem da sua alma. Dê ouvidos à sensibilidade do seu coração.

Se você deve algo a alguém, pague-lhe sem demora. Se você não tem como fazer esse acerto, interceda junto ao SENHOR, e Ele lhe mandará um Cordeiro sem mancha nem mácula para morrer no seu lugar, pagar a sua dívida e lhe devolver à Liberdade e à Paz.

O Brasil não é um país corrupto e degenerado. O Brasil somos eu e você na chegada do Reino de Deus.

“Arrependam-se, pois o Reino de Deus está próximo!”

Lembre-se de uma coisa: o Reino de Deus paga danos morais.

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, Teólogo, e o Editor do blog Curados por Deus.