Ainda que eu ande pelo vale da morte

Bom dia a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que despertos na alma, conscientes do privilégio da vida!

Hoje vamos ler aqui mais um trecho das Sagradas Escrituras. Que o SENHOR Deus nos dê a sua Palavra, em nome de Jesus, o Cristo, amém!

“Nesse meio tempo, tendo-se juntado uma multidão de milhares de pessoas, ao ponto de se atropelarem umas às outras, Jesus começou a falar primeiramente aos seus discípulos, dizendo:

(…)

Não se vendem cinco pardais por duas moedinhas? Contudo, nenhum deles é esquecido por Deus. Até os cabelos da cabeça de vocês estão todos contados. Não tenham medo; vocês valem mais do que muitos pardais!” (Lucas 12. 1a, 6-7. NVI).

Toda a ação do homem precisa de um motivo espiritual. Algo que justifique o esforço, uma razão para ação.

Antes de nos achegarmos ao SENHOR Deus, o argumento iniciador das nossas ações é sempre o medo. Agimos apenas para evitar o pior.

A dor é encarada como o inimigo, bem como a perda. E caminhamos de “defesa em defesa”, mesmo quando ela é egoísta, cruel e injusta.

Vejam o exemplo da Frozen da Disney: para “proteger” sua irmã Anna, Elsa deixa de se relacionar com ela e lhe corresponder o afeto. Quanto mais fechada Elsa está, mais gelada ela se torna; quanto mais isolada ela se coloca, maior o dano que traz sobre toda a comunidade.

A música que toca a banda divina é de notas harmônicas, suave confiança e sincera bondade.

E se eu lhe dissesse hoje que tudo vai ficar bem? Que está tudo acontecendo como precisa acontecer? Que a sua vida é preciosa e cheia de valor eterno, que jamais será desperdiçado, esquecido nem desonrado pelo SENHOR, o Único e Todo-poderoso Deus?

Nem mesmo os passarinhos são esquecidos pelo SENHOR Deus! Como ele poderia deixar de cuidar de você, a obra-prima de toda a Criação?

Receba um golpe de vida eterna: você é a razão de ainda estarmos aqui! Pois sua contribuição ainda não terminou e o Reino do SENHOR Deus precisa desse toque único e poderoso que somente a sua vida poderá dar à edificação do Lar dos lares!

Sua vida é indestrutível enquanto ainda subsiste para a glória e a alegria do Reino do SENHOR Deus!

Absolutamente frágeis, absolutamente fortes.

Não olhe para os líderes religiosos, nem para os chefes dos sacerdotes, nem para os mestres da lei! Não olhe para os donos da terra, da voz nem da polícia!

Olhe para o SENHOR Deus, você nele é coisa divina!

Temam ao SENHOR Deus para não terem medo de mais nada nessa vida!

Você vai continuar, vai subsistir, vai cumprir a plenitude dos motivos que o trouxeram à vida, mesmo que morra de Covid-19!

Olhe ao seu redor, respire os ares desse domingo sabático e santificado. Você não veio à vida para ser prostituído em nenhum sentido. Não tenha medo! Você vale muito mais do que muitos pardais!

“Nunca o deixarei! Jamais o abandonarei”, diz o SENHOR a você que parou de se debater contra a voz da sinceridade, pureza e felicidade.

Se você é mulher, seja apenas uma mulher e tenha fé!

Se você é homem, seja apenas um homem e tenha fé!

Você já foi equipado com as armas de defesa e ataque para o combate da sua vida!

Hoje é um dia de renovação como nunca houve anteriormente: o SENHOR Deus é com você!

Vamos começar de novo, recomeçar direito juntos aqui?

A paz do SENHOR Deus Eterno seja com todos vocês! Ele não se esquece de nós, os simples.

Não espalhem nem participem de calúnias nem deem falso testemunho contra o seu irmão. Palavra da Salvação.

Eu estarei com vocês!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, homem religioso.

Glossário

Bom dia a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que cultuando ao SENHOR Deus, fazendo renovar em seu coração a esperança de que o desfecho da vida do Senhor Jesus também será o nosso, caso andemos pelo caminho que ele andou!

Gostaria de lhes falar hoje aqui um pouco sobre algumas palavras-chave para entendermos as Escrituras Sagradas corretamente.

A palavra mais problemática e importante da Bíblia é “Lei”.

No Antigo Testamento, ela é exaltada a cada versículo, porque é a expressão máxima da vontade e domínio do SENHOR Deus.

Dentro da Arca da Aliança temos três objetos que simbolizam a totalidade da aliança do homem com o SENHOR Deus, sendo: a vara de Moisés/Arão, por meio da qual todos os atos de juízo e livramento do povo de Israel se tornaram realidades; o jarro com o maná, a prova de que o SENHOR Deus sempre sustentará os seus, haja o que houver; e as tábuas das Lei de Deus, com os 10 Mandamentos eternos.

Assim, a relação do homem com o SENHOR Deus passa necessariamente pelos atos poderosos de juízo e livramento do Senhor, pela provisão sobrenatural ao povo e pela santidade de cada homem.

Mas nas cartas do apóstolo Paulo, no Novo Testamento, a palavra “Lei” recebe uma conotação negativa e contrária à índole das demais Escrituras.

Isso acontece assim porque Paulo recebeu como “Lei de Deus” a tradição farisaica, ou seja, a falsa tradição judaica, que, inclusive, o inclinava à perseguição e assassinato dos sinceros e pacíficos Filhos do SENHOR Deus.

A tradição farisaica ou falsa tradição judaica prescrevia muitos comportamentos cerimoniais no lugar da autêntica obediência aos Mandamentos de Deus. Assim, pessoas extremamente pervertidas eram tratadas como se fossem justas, gerando um mal-estar profundo em todos e uma degradação significativa que conduzia os adeptos da religião ao assassinato de Cristo e dos Cristos, a perseguição dos homens bons.

Por isso, para encontrar a expressão “Lei de Deus” nos discursos do apóstolo Paulo, você precisa procurar pela expressão “Espírito Santo”, pois é esse o espírito daqueles que obedecem à Lei do SENHOR Deus.

A cadeia de palavras mais importante das Escrituras Sagradas é: a Lei do SENHOR Deus, no Antigo Testamento, é o Espírito Santo, nas cartas do apóstolo Paulo, que proclama a chegada do Reino de Deus ou dos Céus, nos 4 Evangelhos.

A mensagem de Jesus, o Cristo, é que o Reino de Deus ou dos Céus chegou, está aqui, está próximo. Isso quer dizer que o SENHOR Deus está e continuará eternamente reinando sobre os reinos dos homens, e que nada será capaz de impedir a realização da sua vontade.

Quando você se arrepende de todo o pecado, voltando-se para a obediência à Lei do SENHOR Deus, então seu espírito passa a ser o Espírito Santo do SENHOR Deus e o seu chamado celestial será atendido.

Você foi criado para realizar algo muito especial! Isso acontecerá somente se você deixar toda a mentira e praticar toda a verdade.

A tese do apóstolo Paulo na sua carta aos filipenses é a de que se a humildade e obediência de cada um de nós for semelhante à de Jesus, o Cristo, então a mesma hiper-exaltação, glorificação física e moral, e empoderamento que ele recebeu, também acontecerão conosco.

O nome do jogo eterno é arrependimento, obediência e fé, que são o amor.

O fermento dos fariseus é a hipocrisia. Mas o trigo do pão celestial é a fidelidade.

Deixe bater e cair na escuridão das coisas que ignoramos a velocidade e a adrenalina do enganador. Volte a um estado de paz profunda, prontidão para o culto aceitável e obediência sincera, como os heróis do Cristo, Jesus.

Não à covardia; não à incredulidade; não à depravação; não ao assassinato; não à imoralidade sexual; não à feitiçaria; não à idolatria; não à mentira!

Eu e a minha casa não precisamos ler as Escrituras Sagradas mil vezes, com velocidade e glutonaria. Basta as lermos moderadamente, com entendimento e sinceridade de culto, pois o SENHOR Deus nos aconselhará.

Abandone hoje o seu pecado. Fuja das coisas que o fazem tropeçar. Talvez o nível da sua prisão espiritual seja grande demais para você conseguir sair dela sozinho. Nesse caso, saiba que o SENHOR Deus lhe enviará ajuda: cônjuge, amigos, terapeutas, etc.

Tome hoje a decisão pela obediência genuína, haja o que houver. E então você verá o juízo e o livramento do SENHOR Deus, a provisão sobrenatural a todas as suas necessidades e uma nova mente, espírito e coração, marcados pelo Espírito Santo, a Lei do SENHOR Deus em sua vida.

Gosto muito do SENHOR Deus, mais do que todas as coisas. Porque ele é bom e cuida de todos nós.

Hoje é um dia de esperança!

A paz do SENHOR Deus a todos vocês!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, homem de dores.

A mulher e o lar

Bom dia a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que descobrindo um pouco mais a respeito da singularidade do propósito do SENHOR Deus para cada um de vocês!

Gostaria de lhes falar hoje aqui um pouco sobre a beleza de ser mulher.

O que acontece quando a mulher deixa o lar? O lar fica sem a mulher.

Mas o que isso quer dizer de fato? Por que encorajamos a consagração da mulher ao seu lar?

Homens e mulheres são totalmente diferentes, seus poderes e interesses fazem com que não possam se substituir mutuamente.

Embora o culto contemporâneo ensine as mulheres a odiarem a sua feminilidade e buscarem se transformar a ponto de competir em igualdade com os homens, esboçando um comportamento caricaturado que as degenera profundamente, uma mulher jamais será feliz agindo como se fosse um homem e negligenciando o seu chamado divino à edificação da família e serviços no lar.

A mulher foi criada pelo SENHOR Deus com poderes e interesses nobilíssimos: é ela quem pensa na pessoa do marido; quem sem importa com as necessidades das crianças; quem zela pela higiene e bom ambiente doméstico; quem se preocupa com o alimento de todos; etc. É a mulher quem veste a família e a socorre cotidianamente, conversando e mantendo unidos todos aqueles que importam para os seus amados.

Nenhum homem fica forte de verdade sem o cuidadoso trabalho espiritual da sua esposa, que o ouve e ajuda a ver os caminhos do SENHOR Deus para a aplicação da sua fortaleza.

Quando a mulher abandona a sua casa, então a casa é arruinada, pois homem nenhum tem o espírito e o talento para edificá-la no lugar de sua mulher.

Uma mulher só pode deixar o seu lar se colocar outra igualmente consagrada no seu lugar, mas ainda assim, terá que carregar o ônus da sua ausência, pois sua singularidade não se realiza pelas mãos de outros.

Por isso, acredito que a mulher só deve sair do lar temporariamente, porque seu marido e filhos precisam mais dela do que ela possa imaginar.

O SENHOR Deus tem um modo de nos mostrar o que fazer de modo que até nossos períodos de ausência e negligência podem se tornar em marcos memoriais, que nos fazem ter fé e perseverar na justiça em tempos futuros de grande adversidade.

A lição da experiência é a seguinte: o drama da vida de uma mulher é o destino de suas famílias, seu marido e filhos. Essa é a sua cruz, o fardo escolhido pelo SENHOR Deus para que se manifeste o Reino do SENHOR Deus.

Se você foi longe demais, seguindo o culto desse mundo, considere a possibilidade de se arrepender e retornar ao lar.

Suas famílias precisam de você, seu marido e seus filhos também.

Para nascer para uma nova vida é preciso morrer para a antiga.

Deixe o Espírito do SENHOR Deus (“não matarás”, “não adulterarás”, “honra teu pai e tua mãe”, “guarda o sábado para santificá-lo”, etc.) lhe guiar, para que o seu Pai Celestial possa lhe mostrar o que e como fazer para retornar ao seu lar e cumprir perfeitamente a sua divina vocação.

Eu acredito em vocês! Eu acredito em milagres!

Tenham uma boa semana!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, homem de dores.

Bússola para a felicidade

Bom dia a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que aprendendo a respeitar a necessária alternância entre tensão e relaxamento, ação e descanso.

Gostaria de lhes falar hoje aqui um pouco sobre a bússola que nos guia até a felicidade.

Conversando com a Cibele, minha esposa, cheguei a uma imagem mental que gostaria de compartilhar com vocês.

Imaginem que existe uma bússola plana sobre uma superfície plana e que alguém coloca sobre ela um mapa do mundo plano e transparente. Esse mapa está solto e a pessoa pode movê-lo como desejar, virando, subindo e descendo, sempre enxergando a agulha da bússola por debaixo a marcar o Norte eletromagnético.

Pois bem, pensei que nós somos os valentes chamados a navegar para esse Norte e que o mapa vai sendo movido pelo dedo do SENHOR Deus.

Sabemos que nosso destino está à direita, mas somos chamados a pela fé continuar seguindo na direção do Norte pelo próprio Deus, de modo que, com a experiência da vida, começamos a perceber que o SENHOR está movendo o mapa e é ele, e não nós mesmos, quem está transformando o Universo adiante de nós e para o nosso favor.

Embora nosso começo possa parecer um grande desvio em relação ao nosso destino pressentido e desejado, começamos a perceber que não importa a localização real da nossa felicidade, porque, se persistirmos e não desanimarmos na jornada para o Norte, no tempo perfeito o destino que estava à direita agora está maravilhosamente à frente de nós.

O SENHOR Deus move o Universo para satisfazer cada um dos seus filhos, os que obedecem aos seus Mandamentos e reproduzem o testemunho de Jesus, o Cristo, qual seja, obedecer ao SENHOR Deus em tudo, até o fim e de todo o coração é o caminho para a vida eterna.

Não é o santo que se move, mas o Universo, pois todas as coisas cooperam juntamente para o bem daqueles que amam ao SENHOR Deus.

A tenacidade da agulha da bússola, que aponta sempre para o Norte eletromagnético, é a perseverança dos santos em responder em toda e cada situação ao Espírito Santo do SENHOR Deus, ou seja, o que o Deus Verdadeiro faria nessa situação, diante dessa circunstância, consigo mesmo e para com essa outra pessoa, etc.

Se você abandonar o Norte eletromagnético e tentar alcançar o seu destino, que, num primeiro momento, parece estar à direita, então se perderá completamente, porque o mapa do mundo não está preso na mesa, mas está sendo movido a cada instante pelas mãos soberanas do Deus Altíssimo, o SENHOR nosso Deus.

Se você quer ser feliz, terá que aprender a confiar no Norte eletromagnético dessa parábola. Pois tudo o que o SENHOR Deus requer de nós é que lhe sejamos fiéis durante os nossos dias, praticando a justiça, amando e servindo de coração sincero.

Arrependimento significa retorno ao Norte eletromagnético; e felicidade, o seu destino colocado gratuitamente diante de você, na plenitude dos seus dias, pelo trabalho poderoso dos dedos do SENHOR Deus.

O mapa do Universo não está fixado na mesa, o que significa que o desejo do seu coração, que hoje parece estar a milhares de quilômetros de distância, amanhã poderá estar a apenas um aperto de mãos.

Não se iluda com suas percepções a respeito da “impossibilidade” da sua felicidade. Nada é impossível para o Reino do SENHOR Deus.

O nome do Deus Soberano é “Sua Felicidade Importa Para Mim”, “Eu Sei Muito Bem Para Que Eu Te Criei”, “A Sua Alegria Sou Eu”…

Solte o mapa… Concentre-se no Norte eletromagnético.

Concentre-se em descobrir o que é o Certo agora e depois em fazê-lo pronta e sinceramente.

Somente o SENHOR Deus realiza os desejos do coração.

Eu acredito em vocês! Eu acredito em milagres!

Tenham uma boa semana!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, homem de dores.

 

Disciplina na família

Boa tarde a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que a cada dia mais estejam convivendo em um ambiente respeitoso e acolhedor, fazendo da sua casa um lar!

Gostaria de lhes falar hoje aqui um pouco sobre a disciplina na família.

O que é um casamento?

Casamento é uma aliança entre duas pessoas, um pacto de amor e fidelidade, firmada sobre regras de compromisso. É por meio de um discurso que consentimos e estabelecemos os parâmetros que a fazem valer e continuar.

Assim, defendo que o casamento é um prêmio delicado, que precisa de muito investimento e honra para seguir eternamente.

Qualquer casamento que não possa terminar é patológico, gera doenças. Mas aqui não quero falar como psicólogo, mas apenas como teólogo amador.

O casamento é um tipo de relacionamento que precisa da concordância das duas partes, masculina e feminina, para existir na presença do SENHOR Deus.

Estou falando sobre essas coisas de modo introdutório, porque desejo ensinar sobre a importância da disciplina no lar.

O marido precisa disciplinar a esposa e os filhos; a esposa precisa disciplinar o marido e os filhos; e os filhos precisam disciplinar os irmãos e os pais.

Essa ideia pode parecer obtusa, mas acredito que dentro de nós o SENHOR Deus coloca parâmetros de justiça que concedem a sensibilidade necessária para a mútua correção e ensino nos caminhos eternos.

O homem não pode permitir que o relacionamento continue sem que ele seja respeitado; a mulher não pode permitir que o relacionamento continue sem que seja amada acima de todas as coisas; o filho não pode permitir que o relacionamento continue sem que seja ensinado pela melhor atenção de seus pais.

Temos que perceber que a vida familiar acontece dentro de relacionamentos em que cada um precisa assumir e se responsabilizar por sua parte.

É por essa razão que o homem pede respeito, antes de tudo; a mulher, fidelidade, amor e prioridade; a criança, atenção e engajamento na sua educação.

Preciso dizer que a disciplina no lar é FUNDAMENTAL.

Aqueles que são negligentes em lutar pela parte da aliança que os toca acabam mal, muito mal.

Há as doenças psicológicas, delas falamos em um outro momento, mas principalmente a morte espiritual.

Por exemplo, um homem definha se as pessoas da sua casa são desrespeitosas na sua presença; a mulher se desanima da vida quando há rumores de infidelidade conjugal; e as crianças se tornam verdadeiros estranhos quando seus pais se recusam a participar solidariamente das suas aventuras.

Defendo que se volte a atenção para si mesmos e para o SENHOR Deus, para ouvir, para sentir, para se reconectar. Depois disso, deve-se agir em nome do acerto mais profundo do que as aparências da cordialidade exterior e rotineira.

Se o seu marido não fala com você em primeiro lugar, então você precisa discipliná-lo; se o seu pai não participa da sua vida, então você precisa discipliná-lo; se a sua esposa não o trata como o senhor da sua casa, então você precisa discipliná-la.

Saiba dessas coisas em seu interior e então peça ao Deus Altíssimo, o SENHOR, pelo caminho perfeito para disciplinar a sua família.

Disciplinar é diferente de agir irracional, violenta ou brutalmente, mas é igual a exigir com mansidão e fé que os termos da aliança que fundaram e sustentam a sua família sejam observados.

Se o seu relacionamento não é uma aliança no SENHOR Deus, então precisa terminá-lo e começar do princípio, só que direito. Por outro lado, se houve verdade e transparência para com o Soberano no momento do estabelecimento da sua relação com o outro, então é necessário investir em conhecer e aprofundar os méritos dessa relação.

Disciplina na família é levar o SENHOR Deus à sério no coração.

Ou cada um cumpre o seu papel ou é melhor se afastar da toxidade do convívio desgraçado.

Não tenha medo de por à prova os seus relacionamentos importantes, pois eles moldarão o seu espírito, para o bem ou para o mal.

Pense nisso!

Em oração por todos vocês! Orem também por nós!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, teólogo amador.

From Patient to Physician

Boa tarde a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que testemunhando os feitos do SENHOR Deus em nossa geração!

Hoje temos aqui um vídeo do pastor Joel Osteen falando sobre o importante tema da transformação divina.

Todos temos uma luta na vida, um tema de tensão e expressão sobre o qual esperamos a ajuda, a intervenção do SENHOR, nosso Deus.

Algumas famílias sofrem por causa do vício de drogas, por exemplo, tendo perdido alguns de seus membros, tragados pela morte que o acompanha. Outras padecem com a imoralidade e a devassidão. Temos ainda as casas cadavéricas por causa da ganância e cobiça financeira ou arruinadas pelas dívidas e má administração.

Todos precisamos da cura que procede do trono do Deus Altíssimo. E é aqui que precisamos aprender a grande lição: o SENHOR Deus somente permite o nosso sofrimento específico porque é somente assim que somos capacitados para ministrar a cura e a salvação do nosso Deus nessas mesmas áreas a outros.

O sofrimento do ímpio é castigo, mas o do justo é aprendizagem e treino, capacitação para boas obras.

No Reino do SENHOR Deus todo paciente um dia se torna médico.

Aprenda com o pastor Joel Osteen e que a graça de nosso Senhor Jesus, o Cristo, o transporte a uma nova consciência e tempo de vida!

Amamos vocês!

Acreditamos em vocês!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, teólogo, e o editor do blog Curados por Deus.

A psicoterapia e a fé

Boa tarde a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Que o seu amadurecimento paulatino produza frutos de paz para vocês e suas casas!

Gostaria de lhes falar hoje aqui um pouco sobre a relação entre a psicoterapia e a fé.

A psicoterapia deseja vencer barreiras, abrir caminhos e conduzir a pessoa de volta a um tipo de soberania pessoal que assegure a ela a verdadeira e inabalável saúde mental. O psicólogo em ação está trabalhando para tornar visíveis as leis ocultas por meio das quais o paciente psicológico está sabotando a sua vida e edificando as paredes do seu cativeiro mental. O que ele deseja é ajudar o outro a enxergar as mentiras autodestrutivas, desvalidando-as, e a acreditar nas verdades que libertam, para que ele possa se tornar uma nova pessoa, alguém para chamar de seu verdadeiro eu com orgulho legítimo.

Psicoterapia é luta de olhos e a visão correta dá os seus frutos de vida, que não murcham.

A fé do paciente tem um papel decisivo em todo o trabalho psicoterapêutico porque é apenas a sua decisão interior de entrega à nova perspectiva a respeito de si mesmo e da situação dolorosa que originou seus atuais desvios, vícios e más escolhas, que podem tornar a cura psicológica um fato consumado e saboroso.

Toda terapia maneja ciências e conhecimentos mas o efeito terapêutico de um encontro depende de muito mais do que isso.

Também a fé do psicólogo tem um papel muito importante, porque sem a certeza interior de que esse momento de encontro especial, que dá voz ao lugar de maior autenticidade, região emocional da franqueza e sensibilidade, é uma porta aberta nos corações para que os cirurgiões da alma possam operar uma justa intervenção positiva e para o bem, nada ele pode fazer.

O bom psicólogo é um portador da paz e a boa psicoterapia um reencontro com a parte mais importante, a pessoalidade divina, de cada um de nós.

Cada ser humano é um grande milagre! E seu valor, não há como estimar!

Psicoterapia na sua melhor versão é enfrentar o dragão com a espada da justiça (o amor), resgatar a criança pura, que estava confinada no mais profundo calabouço da personalidade, e torná-la outra vez soberana sobre o reino do eu, para que cresça, amadureça e se torne tudo o que foi desenhada para ser.

Quero crer que existem psicólogos perfeitos, aversos à preguiça e à extorsão. Homens e mulheres cheias de fé, vitoriosos em suas próprias histórias de dores e traumas, capazes de iluminar, salgar e curar.

Acredito em uma Psicologia que vale à pena ser praticada.

Obrigado a todos os psicólogos que encontram cotidianamente a pérola de grande valor dentro de seus pacientes e corajosamente se implicam com eles, pois se responsabilizam pelo tesouro da nação.

Nós todos, brasileiros, fomos vocacionados para a liberdade, prosperidade, beleza e honra!

O acúmulo de vícios, baixa autoestima, fraqueza mental, violência doméstica, escolaridade insuficiente, abuso moral e sexual, etc., todas essas coisas não terão lugar permanente na nossa grande nação!

Logo, logo, levantaremos os olhos para contemplar uma nova gente brasileira, todos nós em estado de posse da nossa plena autonomia e saúde mental!

Eis a minha psicoterapia, eis a minha fé!

Boa semana a todos vocês!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, psicólogo corporal, CRP 06/89471, e o fundador do Projeto Terapêutico Toque Divino.

A verdadeira sabedoria

Boa tarde a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Que o amor de Jesus, o Cristo do SENHOR Deus, penetre o seu lar e corações!

Hoje vamos ler as Escrituras Sagradas mais uma vez. Que o SENHOR, Deus Eterno, nos dê entendimento a respeito da sua palavra. Em nome de Jesus, amém.

“Jesus estava expulsando um demônio que era mudo. Quando o demônio saiu, o mudo falou e a multidão ficou admirada. (…) [Mas alguns deles] o punham à prova (…).

Jesus, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: (…)

A rainha do Sul se levantará no juízo com os homens desta geração e os condenará, pois ela veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão e agora está aqui quem é maior do que Salomão. (…)

Ninguém acende uma candeia e a coloca em lugar onde fique escondida ou debaixo de uma vasilha. Ao contrário, coloca-a no lugar apropriado, para que os que entram possam ver a luz.

Os olhos são a candeia do corpo. Quando os seus olhos forem bons, igualmente o seu corpo estará cheio de luz. Mas quando forem maus, igualmente o seu corpo estará cheio de trevas. Portanto, cuidado para que a luz que está em seu interior não sejam trevas. Logo, se todo o seu corpo estiver cheio de luz e nenhuma parte dele estiver em trevas, estará completamente iluminado, como quando a luz de uma candeia brilha sobre você” (Lucas 11.14, 16a, 17a, 31, 33-36. NVI).

Associamos a luz à sabedoria, ao entendimento, ao intelecto, à visão…

Jesus, o Cristo, havia expulsado um demônio, que fazia ser mudo, e o ex-prisioneiro voltou a falar, para a admiração e espanto de toda a multidão.

Salomão ficou conhecido por sua grande sabedoria, mas quem pode se comparar com aquele que promove a completa libertação?

Salomão construiu um grande império, mas Jesus, o Cristo, transformou mentes e corações.

Há muitos de nós que, como a famosa rainha do Sul, têm sede da verdade e fazem tudo o que podem para encontrar respostas eternas. Existe uma obrigação que pesa sobre os seres humanos de encontrar a verdade, tanto que todos os pecados praticados se ancoram sempre em doutrinas mentirosas, pois sem palavras de suporte nada podemos fazer.

Aqui nesse contexto, Jesus nos ensina que os olhos são a candeia do corpo, de modo que olhos bons significam uma vida iluminada, enquanto olhos ruins, trevas interiores. O modo como enxergamos as coisas é determinado pela nossa condição total, de tal maneira que olhos maldosos apenas revelam a distância que tudo o mais está da comunhão com o SENHOR, Deus Pai.

Jesus nos faz um convite a buscarmos a sabedoria eterna e a luz íntima. A advertência contra a divisão caída se contrapõe à promessa de prosperidade: “se você for realmente brilhante como uma chama viva, não ficará escondido da glória permanentemente; se você for luz e revelação, será também colocado em um lugar de ampla visibilidade e profissão!”

Será que haverá um dia quando o fluir natural da minha vida será recebido como uma bênção para todos os povos? Ser recompensado abundantemente por exercitar a minha alma? Ter a minha biografia justificada pelo amor de muitos outros?

Por que a sabedoria é tão importante? Porque se eu for o que sou na plenitude da sabedoria e boa índole, então encontrarei o casamento da paz com a Igreja, o Cristo e o SENHOR, com a mais perfeita obra de felicidade e alegria.

“Eu só quero ser feliz!”

A felicidade é o sentimento da reconciliação verdadeira.

Quando seus olhos forem bons, saberemos que sua subjetividade também já foi restaurada; quando você tiver sido colocado na posição mais elevada pelo SENHOR Deus, saberemos que seu amor repousou sobre a Lei Verdadeira.

Olhos maliciosos, agressivos, perturbadores, inconvenientes, perniciosos e tolos… Cuidado! O pecado guardado antecipa a ruína e aprisiona à morte.

Quero gerar filhos de luz por meio desse trabalho aqui!

Deixem o SENHOR Deus amar vocês reciprocamente! E seremos uma comunidade infinita de candeias da perfeita luz!

A graça de Jesus, o Cristo, pode libertar! E em nome dele eu abençoo vocês!

Sejam libertos!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, teólogo, e o editor do blog Curados por Deus.