A mulher e o lar

Bom dia a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que descobrindo um pouco mais a respeito da singularidade do propósito do SENHOR Deus para cada um de vocês!

Gostaria de lhes falar hoje aqui um pouco sobre a beleza de ser mulher.

O que acontece quando a mulher deixa o lar? O lar fica sem a mulher.

Mas o que isso quer dizer de fato? Por que encorajamos a consagração da mulher ao seu lar?

Homens e mulheres são totalmente diferentes, seus poderes e interesses fazem com que não possam se substituir mutuamente.

Embora o culto contemporâneo ensine as mulheres a odiarem a sua feminilidade e buscarem se transformar a ponto de competir em igualdade com os homens, esboçando um comportamento caricaturado que as degenera profundamente, uma mulher jamais será feliz agindo como se fosse um homem e negligenciando o seu chamado divino à edificação da família e serviços no lar.

A mulher foi criada pelo SENHOR Deus com poderes e interesses nobilíssimos: é ela quem pensa na pessoa do marido; quem sem importa com as necessidades das crianças; quem zela pela higiene e bom ambiente doméstico; quem se preocupa com o alimento de todos; etc. É a mulher quem veste a família e a socorre cotidianamente, conversando e mantendo unidos todos aqueles que importam para os seus amados.

Nenhum homem fica forte de verdade sem o cuidadoso trabalho espiritual da sua esposa, que o ouve e ajuda a ver os caminhos do SENHOR Deus para a aplicação da sua fortaleza.

Quando a mulher abandona a sua casa, então a casa é arruinada, pois homem nenhum tem o espírito e o talento para edificá-la no lugar de sua mulher.

Uma mulher só pode deixar o seu lar se colocar outra igualmente consagrada no seu lugar, mas ainda assim, terá que carregar o ônus da sua ausência, pois sua singularidade não se realiza pelas mãos de outros.

Por isso, acredito que a mulher só deve sair do lar temporariamente, porque seu marido e filhos precisam mais dela do que ela possa imaginar.

O SENHOR Deus tem um modo de nos mostrar o que fazer de modo que até nossos períodos de ausência e negligência podem se tornar em marcos memoriais, que nos fazem ter fé e perseverar na justiça em tempos futuros de grande adversidade.

A lição da experiência é a seguinte: o drama da vida de uma mulher é o destino de suas famílias, seu marido e filhos. Essa é a sua cruz, o fardo escolhido pelo SENHOR Deus para que se manifeste o Reino do SENHOR Deus.

Se você foi longe demais, seguindo o culto desse mundo, considere a possibilidade de se arrepender e retornar ao lar.

Suas famílias precisam de você, seu marido e seus filhos também.

Para nascer para uma nova vida é preciso morrer para a antiga.

Deixe o Espírito do SENHOR Deus (“não matarás”, “não adulterarás”, “honra teu pai e tua mãe”, “guarda o sábado para santificá-lo”, etc.) lhe guiar, para que o seu Pai Celestial possa lhe mostrar o que e como fazer para retornar ao seu lar e cumprir perfeitamente a sua divina vocação.

Eu acredito em vocês! Eu acredito em milagres!

Tenham uma boa semana!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, homem de dores.

Não seremos abalados

“Depois disso o Senhor [Jesus, o Cristo do SENHOR,] designou outros setenta e dois e os enviou dois a dois adiante dele a todas as cidades e lugares para onde ele estava prestes a ir.

(…)

Os setenta e dois voltaram alegres e disseram: ‘Senhor [Jesus], até os demônios se submetem a nós em teu nome’.

Ele respondeu: ‘eu vi Satanás caindo do céu como relâmpago. Eu lhes dei autoridade para pisarem sobre cobras e escorpiões, e sobre todo o poder do inimigo; nada lhes fará dano'”. (Lucas 10.1, 17-19. NVI).

Bom dia a todos!

Muitos se perguntam “onde está o nosso Deus? Alguém já viu o SENHOR e o seu Ungido?”

Os meninos desejam tocar com sua alma; as meninas desejam serem tocadas em sua alma.

Quando os discípulos do Senhor Jesus recebem uma missão, finalmente eles tem um motivo para irem e empregarem a sua força.

O comissionamento correto faz brotar de dentro daqueles homens as fontes da sua própria força e grandeza no SENHOR.

Até que profundidade e medida atua o Espírito da Santidade do SENHOR em mim? Qual o poder real que o nome e a autoridade do Ungido do SENHOR possuem e representam sobre mim?

A fé no SENHOR funciona como botas militares.

Quando um homem se agarra e apega completamente a “não matarás”, “não adulterarás”, “não darás falso testemunho contra o teu próximo”, “não terás outros deuses além do SENHOR, Eu Sou o que Sou”, “honra teu pai e tua mãe”, “afasta-te do mal e dos perversos de coração”, “não escarnecerás”, “abençoarás e não proferirá blasfêmias com tua boca”, “socorrerás os inocentes”, “habitarás a justiça”, “descansarás no SENHOR uma vez por semana de todos os seus trabalhos”, “confiarás no Amor do SENHOR por você”… Então no Nome por detrás desse Espírito de Santidade ele recebe autoridade para pisar cobras e escorpiões, e até os espíritos maus se submetem à sua autoridade para a cura das nações.

Na visão apocalíptica de João, o apóstolo, também sabemos de uma guerra nos céus, quando Miguel e seus anjos enfrentam o Diabo e seus demônios, e os expulsam dos céus e os lançam à terra (cf. Ap 12.7-9).

As pessoas do sexo masculino sonham com um momento quando a sua autoridade será finalmente respeitada. Por essa razão é que os discípulos enviados retornam com grande alegria da sua missão apostólica bem sucedida.

A força com a qual você sempre sonhou e que mora dentro de você somente tocará o mundo no momento em que você estiver a serviço do Rei dos reis e do Senhor dos senhores, Jesus, o Cristo do SENHOR.

A mulher se pergunta: “quando é que vão perceber e honrar a minha beleza, a beleza do meu amor?”

O homem se pergunta: “quando é que vão respeitar e receber a minha força, o poder do meu amor?”

Entregue a sua pérola de grande valor ao Senhor Jesus Cristo. Submeta-se ao seu Espírito de Santidade.

Que a boa mão de Jesus de Nazaré repouse sobre o seu peito e toque o seu coração agora. Somente o SENHOR pode curar você de toda a sua enfermidade, vergonha e miséria.

“Eu estou aqui com você”, diz o SENHOR. “Confie no meu amor e nunca mais você será abalado”.

Eu acredito em milagres! Eu acredito em milagres!

O SENHOR abençoe vocês. Em nome de Jesus Cristo, amém.

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, Teólogo, e o Editor do blog Curados por Deus.