Ministrando às mães

Boa noite a todos!

Gostaria de lhes falar hoje aqui um pouco sobre a maternidade.

O amor de uma mulher resulta em filhos, a geração de filhos.

Como é lindo de ver o caminho de uma mulher em sua relação com o SENHOR e suas descobertas paulatinas a respeito da natureza do amor e do Senhor Jesus, o Cristo.

Os toques do SENHOR fazem vibrar as memórias do ser feminino e despertam a sua consciência para o sacrifício de vida que envolve o mistério de ser mulher: a capacidade de gerar a vida.

Nunca me esqueço de um sermão do Pastor Ed René Kivitz em que sabiamente explicou que existe uma diferença entre a criança que nasce de mim e o filho do meu espírito. A primeira é o resultado natural de dar à luz, mas o segundo é o resultado espiritual de um processo dialético: educação (disciplina) mais amor diante das respostas do infante, até que o último voluntariamente escolha livremente andar nos caminhos dos seus pais. Meu filho, assim, não é a criança que nasceu de mim, mas aquela que se agrada em andar no meu espírito, que adora o meu Deus.

As Escrituras testificam de que para a mulher, por causa do pecado de todos, haveria dores e sofrimentos até que fossem finalmente formados os filhos do seu amor, os filhos da sua fé, os filhos da sua fidelidade e do seu sopro de esperança no SENHOR.

Quero falar às mães, porque conheço de perto a luta da minha esposa. Como se doa e sacrifica uma mulher que assume a responsabilidade por fazer das suas crianças filhos legítimos do Eterno Deus.

Para criar filhos saudáveis, seja no corpo e/ou nas emoções, é necessário muita comunhão com o SENHOR, engajamento responsável, amor e, sobretudo, tempo e dedicação.

Estamos amedrontados pelos rumores maliciosos e levantes malignos contra as nossas crianças: estão tentando tornar oficial e legal toda a forma de imoralidade e perversão. Mas não parecemos ter a consciência de que o principal motivo que vulnerabiliza as nossas crianças é a falta de tempo com seus pais e, principalmente, com suas mães.

O que quero dizer é que de todos os motivos de oração no coração de uma família deveria haver antes de tudo a súplica para que os maridos se tornassem homens fortes de novo para proteger e assegurar à sua família que a mãe de seus filhos possa criar os seu filhos perto de si no temor do SENHOR.

Crianças criadas pelo MEC se tornarão influenciadas para se tornar filhas do espírito que governa o MEC. E, nesse caso, teremos problemas futuros para retirar os espíritos malignos por detrás das suas novas diretrizes curriculares.

Entendo muito pouco sobre a totalidade da proposta de educação para a nossa nação, mas sei que no fundo ela não pretende glorificar ao SENHOR Deus, nem quer o bem verdadeiro das nossas crianças.

Se você, mãe, não passar bastante tempo com a sua criança, não espere que ela vá encontrar com facilidade os caminhos da vida. Se não há amor prático na sua relação com a sua criança, quando ela tiver um pouco de calor perverso, provavelmente irá se seduzir por esse vento de maldades.

Homens e mulheres do Brasil, ajudem as mães a serem mães! Protejam o tempo das crianças ao lado de suas mães!

Mães arrependidas do mal e tementes ao SENHOR Deus são o instrumento prioritário através do qual o Espírito Santo se engaja com os infantes para a sua cura e bênção.

Crianças bem amadas ficam menos doentes, tem melhor comportamento, desenvolvem uma capacidade de empatia e relacionamento saudável com outras pessoas, são mais inteligentes e responsáveis. Sinto muito em desapontar, mas 15min de intensidade afetiva não compensam 23h e 45min de ausência.

Pela graça do SENHOR Deus existem professores e professoras divinos ao redor, mas eles não são todos e todos não são eles. Se você não vê um bom motivo para partilhar a vida e a mesa com a sua criança, saiba que os danos da falta de pai e mãe são os mais profundos e difíceis de sarar.

Meu encorajamento às mães é que parem por um momento e reflitam sobre a maternidade. Ajude seus filhos a se tornarem pessoas retas aos olhos do SENHOR. Fique por perto, escolha ficar por perto. Seu amor pode milagres!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, Teólogo, e o Editor do blog Curados por Deus.

PS: minha esposa pediu para ressaltar que há mulheres que dariam tudo para poder ser mães presentes, mas pelas circunstâncias da vida têm que sustentar suas famílias além de tudo o mais. Há a misericórdia do SENHOR e os seus anjos. Suas crianças, por quem intercedem em secreto, não ficarão desamparadas. Promessa de Deus!

Minha segurança, onde ela está?

“Depois disso, o Senhor [Jesus, o Cristo do SENHOR] designou outros setenta e dois e os enviou dois a dois, adiante dele, a todas as cidades e lugares para onde ele estava prestes a ir. E disse-lhes:

(…)

Não levem bolsa, nem saco de viagem, nem sandálias; e não saúdem ninguém pelo caminho” (Lucas 10.1-2a, 4. NVI).

Boa tarde a todos!

Quantos aqui já se sentiram absolutamente desamparados?

Há momentos quando o silêncio e insensibilidade dos homens ao redor são tão grandes que o coração se entristece até o negrume do abismo.

Após muitas coisas, chegou um tempo em que o Jesus de Nazaré já havia tocado a vida de muitos por meio de um espírito perfeito e bom. E quando alguém se deixa tocar por um espírito de santidade assim, renasce como um tipo de filho que jamais trairá seus pais.

Aqui Jesus envia 72 desses homens discípulos aos pares como representantes do seu espírito de santidade e veículos da cura que se segue ao retorno do homem ao SENHOR.

Bolsas, sacos de viagem e sandálias extras são os modos como garantimos nossa própria segurança e conforto quando vamos para longe de nossa casa.

Saudações pelo caminho são um jeito de granjearmos suporte e apoio de outras pessoas, de novo, para a nossa segurança e conforto quando vamos para longe de nossa casa.

Mas Jesus não quer que os seus filhos confiem nesse tipo de provisão.

Quando você se arrepende de todo o seu pecado até o ponto perfeito, que alcança a cura de toda a sua enfermidade, então por meio dessa fé aprende que “a obra de Deus, feita segundo a vontade de Deus, nunca terá falta dos recursos de Deus” (Pastor Ed René Kivitz, Pastor da Igreja Batista de Água Branca em São Paulo).

Os principados, as potestades do mal, os dominadores dos homens insistem:

“Não confie em ninguém! Seja o senhor da sua própria sorte! Cofres, bolsos, cartões, cheques, bens, terras… Tudo deve ser feito para se evitar o pior!”

“Agrade a todos! A bajulação inteligente garante favores e segurança! De todas as mesas sempre comer! De todas as rodas sempre participar! Quem tem uma multidão de amigos, jamais ficará só!”

Mas a verdade é que não é nada assim no Reino de Deus.

Quem desperta para fora do pecado aprende que há um Soberano, o SENHOR, e nada escapa à sua Lei.

Os bolsos do mundo obedecem ao SENHOR… As terras do mundo são do SENHOR… Os corações humanos são do SENHOR.

Não há mal que possa durar mais do que um breve instante… Não há roubo que possa gerar um centavo de riqueza… Não há indisposição ou pecado que libere uma pessoa do Espírito da Santidade do SENHOR.

Há um dia, quando o homem se volta autenticamente para o SENHOR, quando a trave dos seus olhos é retirada pelo toque do Anjo do SENHOR… E ele enxerga, finalmente, que sua vida está segura nas mãos do SENHOR.

Importa crer. E isso quer dizer apenas uma coisa: crer é obedecer até o ponto de morrer.

Quem não faz esse tipo de prova de confiança com o SENHOR jamais será salvo de coisa alguma: seja da enfermidade, seja do infortúnio, seja da escravidão, seja da pobreza, seja da solidão… Que dirá da morte.

Mudar de Senhor, mudar de Deus… Essa é a única chave que liga a Vida dentro e fora de cada um de nós.

Por que a Bíblia Sagrada aponta o SENHOR como o único Deus Verdadeiro? Porque nenhum outro Espírito ou Lei realmente coloca o homem em acerto, paz, alegria, amor e Vida.

“Eu já vi um homem ressuscitar”… Deixe o seu coração sussurrar isso para dentro de você mesmo.

Se você fizer o que é o Certo com “C” maiúsculo, eu prometo a você: o SENHOR o ressuscitará depois que você passar pela prova de morte que lhe cabe!

Levante a cabeça! Creia na Palavra da Verdade! E entre pela Porta Estreita que conduz à Vida Eterna!

Jesus de Nazaré, o Cristo do SENHOR, é o nosso Rei e o eterno Primogênito dentre os Filhos de Deus!

O que o SENHOR fez com ele, fará comigo e com você também se o imitarmos: confiar pra valer no SENHOR até o ponto de renunciar ao menor dos pecados para obedecer à sua Lei, mesmo a preço capital.

Mesmo sem as suas reservas pessoais, mesmo sem a simpatia da maioria… Você chegará bem ao seu destino e será feliz e próspero por toda a sua vida e em tudo o que fizer. Basta confiar no SENHOR!

Vocês estão aqui? Eu também estou aqui.

Deus abençoe todo acerto de Justiça dos homens de bem desde agora e para sempre! (Isso é: o Amor) Em nome de Jesus, o Cristo do SENHOR, amém.

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, Teólogo, e o Editor do blog Curados por Deus.