Massagens podais

Bom dia a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que deixando de fazer coisas que lhes fazem mal, corajosamente!

Hoje vamos falar aqui um pouco sobre massagens nos pés.

Nos pés estão terminações nervosas e vasculares que tiveram origem em quase todas as partes do nosso corpo, dizem os especialistas. Por esse motivo, ao tocá-los estamos tocando também a pessoa como um todo.

Um toque bom, pensando em efeitos terapêuticos, não é erótico nem agressivo, esotérico nem mágico. Antes, para ser mesmo terapêutico precisa ser manso, cuidadoso, casto, respeitoso, sensível e progressivo.

Um toque terapêutico nos pés manda para todo o corpo um sentimento agradável de relaxamento e bem-estar que fazem com que esse tipo de cuidados seja mesmo a profissão de alguns.

O que tenho a acrescentar a esse entendimento, como psicólogo corporal, é que também a realidade subjetiva ganha novos patamares a partir dessas experiências profundas de reconciliação.

Massagens nos pés nos devolvem ao lar. Estar em mim mesmo, estar comigo mais perto.

Depois de massagens nos pés nossa capacidade de ver e ouvir nossa alma aumenta e ganha espaço na nossa agenda de tarefas mais uma vez.

Acredito mesmo que esse tratamento, quando bem executado, favorece o movimento para a vida que é facilmente desacelerado pelo estresse, cobrança, preocupação e competição.

Com toques terapêuticos excelentes nos pés a multiplicação das células boas parece se tornar mais fácil enquanto a eliminação de toxinas e outras substâncias nocivas ganha um novo vigor.

O problema da massagem nos pés ou em qualquer outra parte do corpo é: será que serei tocado da maneira certa, aquela que produz benefícios reais?

Uma pesquisa rápida no Google com a palavra chave “massagem” traz tanta nudez, insinuações, quando não menções explícitas a práticas sexuais, ou uma densa nuvem de misticismo e conteúdo religioso que rapidamente a pessoa de bem desiste de se aproximar da massoterapia.

Hoje eu sei o quanto importante é receber e dar toques terapêuticos.

Recomendo a massagem nos pés na família como um poderoso antídoto a depressões, crises de ansiedade, distúrbios do sono, transtornos alimentares, impulsos suicidas, fobias e solidões.

Após uma massagem doméstica, você ainda pode estender as suas mãos sobre seu familiar e dizer a ele as melhores palavras de esperança e fé que você consiga desejar para a sua vida, como um toque final imbatível!

Vá a uma perfumaria da sua confiança, peça para ver cremes de massagem, cheire algumas opções e deixe o seu nariz escolher o produto que vai levar. Volte para casa e, quando estiverem se preparando para dormir, proponha uma atividade diferente: hoje vamos fazer massagens nos pés.

Tenho certeza de que esse aprendizado trará frutos eternos para você e sua família.

Não precisa apertar com força e o melhor é começar bem de levinho. Sem expectativas de fogos de artifício nem curas instantâneas, persista nesse caminho o quanto puder. Mesmo sem ver, saiba que o toque bom pode muito em seus efeitos. Com ele, você e sua casa avançarão para um novo patamar de intimidade e comunhão, e a uma saúde mental verdadeira.

O toque certo pode mudar a sua vida para melhor!

Boa semana!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, psicólogo corporal, CRP 06/89471.

Resgatando meninos

Boa tarde a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que vencendo uma batalha de cada vez na luta da vida!

Hoje vamos falar um pouco aqui sobre a psicologia masculina.

O que acontece na mente de um jovem rapaz que pode tornar tão difícil o processo de sua escolha profissional?

Acredito que para o homem a escolha de uma profissão é sua escolha mais importante, assim como para a mulher a escolha de seu cônjuge e a construção da sua família.

O jovem rapaz, ao se aproximar das decisões que o encaminham para dentro de uma prática profissional, fica confuso principalmente porque intui que há algo muito mais profundo e significativo subjacente a toda a superficialidade de uma simples escolha acadêmica e/ou de ocupação.

O ofício do homem é a expressão da sua alma e a realização do seu poder, conforme a sua vocação, para o bem de todos os outros. O ofício do homem é o caminho para ele ganhar dinheiro e receber o valor da sociedade por sua dignidade e contribuição ao bem comum.

Se você perguntar para um homem “quem é você?”, ele vai lhe contar o que é que ele faz.

Fazer, ser e realizar; conquistar, possuir e governar. Todos esses são conteúdos de primeira importância na psicologia de um homem.

Um homem sem fé no SENHOR Deus caminha nocivamente na direção dos vícios, do jogo e/ou da depressão, quando toma sua experiência com seu pai biológico e/ou adotivo como único parâmetro de referência sobre seu valor, seus motivos e seu amor. O jovem homem precisa transcender, na maioria dos casos, suas experiências reais de oportunidades e afetos, para apaziguar seu coração em meio à sua jornada na direção de encontrar o ofício que realiza os anseios do seu coração.

Todos os trabalhos são equivalentes, mas para um homem trabalhar é como se casar. Ele procura pela sua noiva e sem ela ele não pode ser feliz.

A jornada de um homem recebe instrumentação divina em todos os casos, mas apenas o homem que aprende enquanto se responsabiliza pelo zelo à sua própria santidade que realmente avança na direção dos notáveis homens bem sucedidos de sua geração.

A nota de corte não advém da boa oportunidade do começo, mas da atitude honesta e diligente ao longo de todo o caminho, porque ao longo da vida todos recebemos oportunidades chave, para as quais podemos estar preparados ou não.

Assim como uma jovem moça precisa aprender a confiar na ajuda dos seus pais para encontrar o seu casamento, um jovem rapaz também precisa aprender a confiar na ajuda dos seus pais para encontrar a sua profissão. Mesmo pais desqualificados e indignos podem ter um papel fundamental na orientação de seus jovens filhos.

Tenha paciência e temor no coração quando estiver diante de um jovem rapaz, pois a sua força está destinada a suportar o peso do mundo!

As mulheres são as criaturas mais bonitas em toda a face da terra, mas os homens são a força de todos os propósitos e boas realizações.

Trate seus meninos com carinho!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, psicólogo corporal, CRP 06/89471, e o fundador do Projeto Terapêutico Toque Divino.