Desmistificando a revelação de Deus

Boa noite a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que tomando consciência mais e mais das fontes da vida e dos atos do Criador.

Gostaria de lhes falar hoje aqui um pouco sobre a revelação do SENHOR Deus.

Os teólogos se debatem em torno da questão do conhecimento de Deus, um conhecimento que pode ser natural ou revelado, argumentam.

Sinto um incômodo profundo com uma das proposições que diz que “Deus opta por se fazer conhecido”, deixando sua marca na história ou falando ao homem de forma direta por meio dos seus profetas.

Não acredito que esse nível de deliberação seja possível, pois entendo e creio que absolutamente o SENHOR Deus é aquele que É.

Explicando um pouco, o SENHOR Deus não “opta” por se fazer conhecido, nem se revela com exclusividade, pois em todos os povos, em todas as gentes, o SENHOR Deus e sua Lei (Espírito Santo) são o fundamento de toda a vida e o baluarte de toda a sanidade.

A voz do SENHOR Deus é ouvida em todas línguas e entendida por gentes de todas as nações, porque não há como ocultar o Universo do conhecimento da glória do Todo-verdadeiro.

Ao longo da vida somos sustentados por essa mão invisível que nos socorre e nos preserva como jóias preciosas e filhos amados, uma mão que promove encontros perfeitos e nos oferece um caminho de existência corretivo, justo e bom.

Mesmo na dor e sofrimento sabemos no íntimo que os caminhos da bondade e fidelidade são os únicos que prosperam eternamente, dando-nos continuidade e razão.

O SENHOR Deus é o caminho, a verdade e a vida, e todo aquele que se torna um cristo por meio da fé, torna-se também um foco, um ancoradouro e um aspersor da vida divina, da poderosa graça de Deus.

Moisés era homem como você e eu, e, no entanto, traduziu em suas próprias palavras a índole do SENHOR Deus, que lhe acolheu.

Cada um de nós é único e especial (você é muuuuuito especial!).

Sua jornada será repleta de escapes e livramentos, confirmações e esperanças. Nenhum homem atravessa a vida sem testemunhar a bondade e a misericórdia do SENHOR Deus, o Autor.

Seu protagonismo emana da divindade que está aí dentro, falando sinceramente sobre o que você deve fazer agora, como pessoa de integridade e fé.

Eu sei que é difícil quando lemos nas Escrituras algo que não compreendemos completamente ou que contraria nosso entendimento fundamental. Mas a verdade é que as Escrituras são uma coleção de testemunhos humanos, perspectivas e confissões. Nela temos revelação tanto quanto a nossa experiência revela a onipresença do SENHOR Deus Pai.

Jesus disse que “isso é assim para que vocês saibam que o filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados” (Marcos 2. 10). Isso quer dizer que você e eu podemos alcançar a paz com o SENHOR Deus a ponto de respeitando a sua índole promovermos a reconciliação de outros com tudo aquilo que crê.

Você sem os ídolos, longe da mentira e do engano, é um santo filho do SENHOR Deus. Sem pecado você traz um novo vocabulário para transmitir ao mundo a sua revelação do Santo de Deus.

Jesus é um primogênito por essência, mas você é um revelador da glória do SENHOR Deus porque passará também pelo mesmo caminho de fé e paixão.

Olhe para a longa corrida. Dê passos de distância para recontar a sua história.

Se a dor e a enfermidade ainda não lhe trouxeram ao juízo perfeito, em breve a hora da morte lhe trará ainda mais radicalmente à necessidade de reconhecer que há somente um Deus e que seu nome sempre foi “Eu Amo Você”.

Que o SENHOR Deus lhe abençoe profundamente, porque você já sabe da graça de Deus!

Eu acredito em milagres!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, homem de dores.

Adorando o homem bom

Bom dia a todos!

Como vão vocês e suas famílias? Espero que acendendo outra vez o amor que acolhe e disciplina, cumprindo toda a justiça, para a sua Salvação!

Hoje vamos ler a Bíblia mais uma vez aqui. Que o SENHOR Deus nos dê a sua Palavra, em nome de Jesus, o Cristo, amém!

Disse-lhes Jesus: “Ai de vocês[, peritos na lei], porque edificam os túmulos dos profetas, sendo que foram os seus próprios antepassados que os mataram. Assim vocês dão testemunho de que aprovam o que seus antepassados fizeram. Eles mataram os profetas e vocês lhes edificam os túmulos.

Por isso, Deus disse em sua sabedoria: ‘eu lhes mandarei profetas e apóstolos, dos quais eles matarão alguns e a outros perseguirão’. Pelo que esta geração será considerada responsável pelo sangue de todos os profetas, derramado desde o princípio do mundo: desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias, que foi morto entre o altar e o santuário. Sim, eu lhes digo, esta geração será considerada responsável por tudo isso” (Lucas 11.47-51. NVI).

Quem é Jesus de Nazaré? Quem é esse homem a quem chamamos de Cristo ou Ungido de Deus?

Jesus é o homem bom.

O escândalo da adoração a Jesus de Nazaré é que adorando ele estamos adorando ao homem bom.

O homem bom é aquele homem que é escravizado pelos homens violentos, usado e abusado justamente por sua índole verdadeira.

O mundo é carregado pelos ombros dos homens bons, aqueles que por meio da humildade e fidelidade, preocupam-se em fazer o verdadeiro bem que está a seu alcance em um sacrifício de amor pelo SENHOR Deus e pelo próximo.

No final, as obras de todos os outros homens são apagadas, mas os feitos dos homens bons permanecem de geração a geração. Por essa razão que seu nome é lembrado e seu legado eternizado, porque a excelência humana procede dos homens de fé.

Os peritos na lei se apoderam desses tesouros, mas não para promover o bem comum, antes, motivados por sua ganância, administram as palavras de vida cruelmente, roubando o mundo e envenenando a sua própria geração. Muitos enganos e grande violência, os covardes matam e perseguem os filhos da Luz.

O engano fundamental é distorcer o entendimento até o ponto de fazer desconfiar de que o verdadeiro poder, honra, glória e majestade pertençam total e exclusivamente ao homem bom.

Esses fariseus e peritos na lei inclusive fazem parte das igrejas e instituições cristãs. Eles fazem Jesus de Nazaré parecer alguém com superpoderes, um ser divinizado e irrepetível, porque assim se consagram como exclusivos portadores da sua mensagem, truques mágicos e autoridade.

Mas isso está errado! A verdadeira espiritualidade e redenção começam quando as mentiras se calam no gesto perfeito de arrependimento e adoração sincera ao homem bom.

É ali onde você é somente um homem com uma boa intenção que nasce o espírito santo, o surgimento do autêntico cristão.

Abel e Zacarias não tinham superpoderes, mas se deixaram ser e permanecer homens humildes e servos fiéis.

Servo e escravo do SENHOR Deus é o homem livre que livremente ajuda o próximo até o fim de seus dias pela fé.

O homem bom faz o que é o certo, permanecendo reto e obediente ao SENHOR Deus, mesmo quando sua vida ou as fontes da sua vida (sua família, pais, cônjuge, filhos) parecem estar sob ameaça.

Jesus de Nazaré não se mantinha fiel porque tinha poderes sobrenaturais, mas recebeu poderes sobrenaturais porque se mantinha fiel. O homem bom será exaltado eternamente!

Se você é um perito na lei, tem nas mãos autoridade para dar vida e morte, porque o homem bom vive a serviço da sua nação. Se você o machucar, então perderá o seu trono, sua paz e o seu lar. Mas se se arrepender, tanto para honrá-lo, quanto para seguir os seus passos, então os seus pecados lhe serão perdoados e você terá parte na herança do justo, que é a verdadeira herança e a riqueza que jamais se perderá.

Hoje é um dia de festa, pois aqui e agora o escândalo cristão está aberto para o povo brasileiro e as nações de língua portuguesa!

Essa é a pedra angular do Reino do SENHOR Deus e também a rocha que faz tropeçar e cair!

Você ousaria retirar os seus olhos do homem arrogante e torná-lo dedicado à virtude do homem bom?

Que o SENHOR Deus responda favoravelmente à sinceridade do seu coração! Em nome de Jesus, o Cristo do SENHOR Deus, amém.

Deus abençoe a sua semana!

Atenciosamente,

Rafael Caldeira de Faria, homem religioso.